quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Arroz Integral



Hoje gente!!! Nossa, sei que estou sumidíssima!!! Mas finalmente terminei o terceiro ano da faculdade, continuo trabalhando e cuidando da família!!!
Com a proximidade do final do ano, faltam apenas 2 dias para a virada, nada melhor que irmos nos organizando mentalmente do que queremos de melhor para o próximo ano. Para quem ainda não tem o hábito de grãos integrais, aqui vai minha dica: Substituam o arroz branco pelo arroz integral urgentemente!!!Logo, resolvi postar novamente a receita de arroz integral, pois toda vez que comento com alguém, muitas pessoas ainda não sabem a facilidade que é fazer um arroz integral. Sem contar que não precisamos acrescentar óleo e nem refogar. Quer mais facilidade que isso?!!!
Segue a receita...E votos de um ótimo 2011 à todos. Além de muito obrigada pelo carinho que todos que passam por aqui e me dão!
"Quando comecei a introduzir o arroz integral aqui em casa, foi com a receita que já postei aqui de risoto de arroz integral com lentilha. Todos gostaram e toda semana eu fazia o "tal" risoto. Com o tempo comecei a intercalar o arroz branco e o integral, afim de fazer o "desmame" do arroz branco, deixando o branco só para acompanhar pratos que ele seja absolutamente indispensável, como acompanhando o Strogonofe. Eu contumava fazer o Arroz integral tipo agulha, que é aquele que fica soltinho, como o arroz branco, só que mais marronzinho. Daí, passei para o Arroz integral Cateto, ele é mais redondinho, e fica mais "empapadinho", e adoramos! Finalmente encontrei nos supermercados aqui de Marília o Arroz Vermelho, que é outra variedade do arroz integral. Normalmente misturo uma parte do arroz integral cateto e uma parte do arroz integral vermelho. Esse arroz, vermelho, parece que tem a casquinha, e é super saboroso. Dá para fazermos variações dentro do mesmo tema: "Arroz Integral", e sendo assim não fica monótono.Para que não fiquem procurando pelas prateleiras do supermercados, eles(do supermercado) colocam o nome nesse arroz vermelho de arroz selvagem, sei que não é, mas é assim que é chamado nos supermercados.


É simplesmente delicioso além de ser muito rico nutricionalmente falando. Vou mostar para vocês como preparo esse arroz integral de todos os dias.

INGREDIENTES

3 xícaras(chá, 100mL) de arroz integral (tipo agulha, ou tipo cateto, ou misturado 50%cateto e 50% selvagem);

9 xícaras (chá,100mL) de água filtrada fria;

1 colher (sobremesa) de tempero em pasta (desses prontos).

PREPARO:
Começo misturando os dois tipos de arroz em parte iguais. Limpo, retirando sujeirinhas que por ventura possam estar por ali, como pedrinhas, grãos de areia, gravetos, etc. Lavo. Não precisa deixar de molho.
Para cada xícara de arroz, coloco 3 xícaras de água fria (não precisa estar quente). Coloco a água na panela de pressão, o tempero, o arroz e tampo.

Para cada xícara de arroz, coloco 3 xícaras de água fria (não precisa estar quente). Coloco a água na panela de pressão, o tempero, o arroz e tampo.





Deixo 40 minutos, a contar a partir da hora que fechei a panela.Passados os 40 minutos, deixo a panela fechad, Não Abra, porque assim termina de cozinhar e dá mais uma secadinha. Assim que você observar que terminou a pressão pode abrir.


Pronto nosso arroz está pronto! Se por acaso você achar que essa quantidade for grande, você poderá congelar imediatamente após o cozimento, ele fica ótimo mesmo congelado.
Aqui em casa, fazemos e vamos consumindo no almoço e jantar, por dois dias, já que estamos em 4 pessoas.
Cada 100 gramas de arroz cozido tem aproximadamente 77 kcal. (Fonte: Tabela de Composição de Alimentos: Suporte para Decisão Nutricional. Prof.Dra.Sonia Tucunduva Phillip
Pode ser que haja alguma diferença de tabelas de composição de alimentos

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Peixe Básico

Hoje vou ensinar para vocês um peixe simples, que é o que fazemos aqui em casa quase que diariamente. O segredo é não exagerar na margarina na hora de grelhar os filés. No mais é muito fácil e fica extremamente gostoso.
Ingredientes:

•300 gramas de filé de peixe, que pode ser pescada branca, linguado, abagejo, tilápia, você escolhe;
•Farinha de trigo o suficiente para empanar.Poderá ser com fuá;
•2 colheres (chá) de margarina light bem cheias;
•200 gramas de cogumelos (para guarnição)opcional;
•1 colher(sopa) de Requeijão Light;
•1 colher (sopa) de azeitonas pretas cortadinhas.


Preparo:


•Primeiro, você irá descongelar os filés, e deixá-los de molho por +- 5 minutos em leite.

 É um segredinho que me passaram há muito tempo e sempre faço, isso diminue o cheirinho de peixe.

•Tempere normalmente com seu tempero habitual;

•Coloque farinha de trigo em um prato raso e empane os filés, apertando bem. Você poderá substituir a farinha de trigo por fubá.

Normalmente faço com fubá, e, quando quero variar faço com a farinha de trigo. Das duas maneiras fica delicioso.

•Sem a frigideira de teflon é praticamente impossível de grelhar esses filés em tão pouca gordura(margarina), então, se não tem providencie.
 E sempre deixe-a se´paradinha para evitar o contato com as outyras para que não risque e perca a camada protetora.


•Coloque metade de colher(chá) de margarina e deite o filé, abaixe o fogo, e, tampe a frigideira para que cozinhe no centro;
•Vire e doure o outro lado;

•Como guarnição, passei os cogumelos em uma panela quente, juntei rodelas de azeitonas pretas e adicionei 1 colher de requeijão light, para dar cremosidade, ficou muito bom!Cogumelos tem poucas calorias, então é uma ótima opção para acompanhar qualquer prato, experimente!

Arroz integral cateto+tomate+cogumelos+Peixe= DELÍCIA!!!!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Abobrinha Refogada

A receitinha de hoje vai especialmente para o pessoal mais novo, que não tem muita intimidade com a cozinha e as panelas. A receita é simples mas presente pelo menos uma vez por semana nas nossas mesas. Logo, temos que deixá-la bem gostosa para não perder o encanto.
A abobrinha refogada, como o próprio nome diz, deve ser refogada. E o que quer dizer isso, refogada?
De acordo com minha professora Tânia Miller, refogar é um método de preparo, cocção  de alimentos com uso de calor misto, ou seja utilizando calor seco e calor úmido. Primeiramente se "frita" com o mínimo de óleo possível (que é o calor seco) e depois termina-se de cozinhar utilizando o próprio vapor que o alimento solta (calor úmido). E para isso devemos fazê-lo com carinho e paciência. Nada de ir colocando água para ir mais rápido, senão o alimento, no caso nossas abiobrinhas, perdem o sabor e ficam "simples abobrinhas" e não "AS ABOBRINHAS!!!".

                                                                                              
                                 Ingredientes:
•4 abobrinha italianas, são aquelas mais magrinhas e bem verdinhas;
•1 colher (sopa) de óleo de canola;
•1 colher  (café) de sal;
•1 dente(pequeno) de alho picadinho.

                                                                          Preparo:

•Lave as abobrinhas e tire bem as sujidades e machucadinhos que possam existir. Não precisa descascar, basta tirar as pontas. Corte-as ao meio, e, tire as sementes, na parte do meio, pois elas juntam muita água.


Pique com +-0,5cm e reserve em uma tigela. Salpique o sal e deixe descansar uns minutinhos (5 a 10 min).

•Leve uma panela média ao fogo, e acresente o óleo, junte as abobrinha e o alho(bem picadinho). Comece a mexer;•Tampe a panela, mas fique do ladinho, abrindo e mexendo sempre. Até que fiquem macias, MAS não podem ficar moles demais.

•Pronto! Agora é só colocar em uma travessinha bem bonitinha e servir para a turma.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

TAMALE

 


 

 
Tamale

  

 
Oi Gente!!! Finalmente depois de meses, a internet voltou a esse lar!!!!
Mas, valerá a pena ter esperado tanto, essa receita ficou maravilhosa! Originalmente é uma receita mexicana, sendo a carne moída o principal ingrediente. Mas, como devemos diminuir o consumo de gorduras saturadas, e a carne sendo rica em gordura saturada, tirei a carne e coloquei proteína de soja texturizada.
A proteína de soja texturizada é um pouquinho sem gosto, isso para quem está muito acostumado a comer carne. Para tanto devemos temperá-la bem para agradar a todos os paladares.
INGREDIENTES:
  • 3 xícaras de proteína de soja texturizada reidratada;
  • 1 pimentão vermelho bem picadinho;
  • 1 pimenmtão verde picadinho;
  • 1 pimentão amarelo picadinho;
  • 1 lata ou caixinha de milho verde;
  • cheiro verde a vontade;
  • 1/2 cebola picadinha;
  • 1 xícara de molho de tomate;
  • 2 colheres (sopa) de óleo de canola;
  • 1 colher (chá) de tempero pronto;
  • 10 mL de leite desnatado;
  • 2 colheres (sopa) de farinha de milho;
  • 150 gramas de muçarela fatiada.
Modo de Preparar:
 Hidratar a proteína texturizada.
 Basta seguir as instruções da embalagem.
 Enquanto hidrata, pique os outros ingredientes;
Usei essa Proteína, da marca CAMIL, ela até é mais marronzinha, parecida com carne moída.





Numa panela grande e funda,coloque o óleo e refogue a cebola, junte a proteína de soja (escorrida) e mexa, acrescente a tempero pronto e mexa. Não tenha pressa para fazer esse prato, pois como diz uma minha professora de Técnica e Dietética tudo que é feito devagar com tempo, é mais saboroso;
Junte os pimentões, e mexa;
Junte o milho verde, e mexa;

 Junte o molho de tomates, o cheiro verde, e se sua turma gostar pode colocar molho de pimenta vermelha;
Experimente e veja se precisa de sal;
Numa tigelinha incorpore o leite desnatado à farinha de milho e junte aos outros ingredientes na panela. Essa misturinha, dá uma ligadinha ao nosso tamale. Não se canse de mexer e deliciar-se com o perfume.Desligue o fogo e deixe descansar por 40 minutos.Se estiver com pressa pode montar já. Eu gosto de esperar para não derreter a muçarela.
Coloque a massa de proteína e uma camada de muçarela. Proteína de soja e muçarela, continue assim até completar seu pirex.


Antes de servir leve ao microondas para derreter o queijo, e é só esperar elogios!

Obs: fico devendo o valor calórico, pois minha tabela de composição de alimentos ficou na sala de aula ontem, e, espero encontrá-la muito em breve.
beijos

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Shake de Linhaça

Os beneficios da semente de Linhaça estão comprovados. Ácidos graxos poliínsaturados (Ômega 3 e Ômega 6), Esses ácidos graxos abaixam os níveis de colesterol, e, para que possamos usufruir desses benefícios temos que incluí-la na nossa alimentação, e fazê-lo com frequência, assim, dessa maneira teremos esses benefícios.
Eu costumo misturar com o caldinho de feijão, principalmente quando está bem ralinho, ou velhinho. Para o meu paladar fica ótimo!
Segue hoje esse shake, que une a semente de linhaça , uma fruta e água de coco.
INGREDIENTES:
  • 1colher (sopa) de semente de linhaça dourada triturada;
  • 1 colher (café) de canela em pó;
  • 1 lasca de gengibre (opcional);
  • 1 banana (média, não exagere no tamanho!);
  • 200 mL de água de coco.

PREPARO:

A semente de linhaça, para usufruirmos de seus benefíciossempre devemos tritura-la, e, de preferência fazê-lo com frequência. Nada de triturar o saquinho inteiro de uma vez. Isso porque , depois de triturada começa o processo de oxidação e assim ela começa a perder suas qualidades. Então lembre-se sempre triture pequenas quantidades e guarde em um pote escuro e fechado.

Para fazer o shake é só misturar os ingrediente e bater no liquidificador.

Rende um copo bem grande, caso prefira fazer metade da receita pela manhã e a outra metade à tarde...Fique a vontade!

A receita toda tem +- 160 Kcal.

Desculpe pela demora! Beijos a todos

terça-feira, 27 de abril de 2010

Peixe Assado


Essa receita eu aprendi com uma amiga, Edilene. Exímia pescadora,ela não tem quintal, tem um lago na casa dela. Logo, imaginem como sabe fazer um peixe . Gostei dessa receita, porque é muito simples, e eu gosto de comidas assim, sem muitas firulas para se fazer. Você vê o que está comendo.Vamos ao que interessa:

Ingredientes:

  • 1 peixe aberto pela parte superior, usei Tainha, pois estava linda!
  • tempero pronto (daqueles de casa ou alho e sal);
  • 1 colher (sopa) de maionese (usei a 0% de colesterol;
  • 3 tomates grandes sem pele e sem sementes picados;
  • 1 cebola cortada bem fininha.

Preparo:

Vá à peixaria, que pode ser do supermercado mesmo, e escolha um peixe bem gordinho, não importa que seja de água doce ou salgada, escolha o que você mais gostar. Só peça ao peixeiro, qua abra pelas costas, é, por cima, e não pela barriga, como normalmente é feito.
Chegando em casa, lave com água e limão e tempere, com o temperinho que você preferir, como alho e sal. Coloque numa assadeira aberto e leve ao forno por 20 minutos.Meu forno é enorme, se você tem forno elétrico é bem melhor, pois a segunda parte ficará mais rápida.
Passados esses 20 minutos, retire a assadeira do forno e besunte o peixe (que já está praticamente cozido) com a maionese, e cubra com os tomates picados e a cebola. Eu tinha um pouquinho de alcaparras e coloquei também. Feito isso retorne a assadeira ao forno, e deixe mais 40 minutos, ou até que fique com o mínimo de caldinho, assim apurado, como na foto.
Cada 100 gramas desse peixe terá em média 200 kcal, sendo que adicionei a maionese e os tomates. Proteína Pura!
Acredita que é só?!!!
Fica delicioso.É assim mesmo, tudo o que é simples é muito mais gostoso!
beijos à todos

domingo, 18 de abril de 2010

Chá (para inverno e verão)


Bebida gostosa, simples de fazer e com duas versões sobre o mesmo tema : Gelada e quente. Portanto agrada à todos. Toques de delicadeza, diferenciarão seu simples chá mate de todos os dias. Pois então, mãos à massa.

Ingredientes:
  • 1 litro de água mineral, ou água filtrada;
  • 2 colheres (sopa) de chá mate;
  • 1 limão (usaremos a casca e o suco);
  • canela em pau;
  • adoçante (em pó ou em gotas);


Modo de Fazer:

Coloque a água para ferver, e já coloque o chá. Eu gosto de misturar dois tipos de chá, como mate e preto,ou, de duas marcas diferentes.
Ferveu, desligue o fogo, tampe a panela e deixe descansar por 5 minutinhos.
Versão quente:
Coloque seu chá quentinho numa xícara bem bonita, e ao invés de colocar uma colher de chá, coloque um pedaço de canela. Ela (a canela) soltará uma leve essência ao seu chá, dando um toque muito especial, além de ser muito charmoso!
A segunda versão será gelado:O chá gelado, eu acho que fica mais gostoso adoçado com o adoçante em gotas. Pois bem, adoce à gosto, e, esprema 1 limão inteiro. Leve à geladeira e sirva com casca de limão e gelo num copo bem lindo!
Quando for viajar, coloque em garrafinhas para tomar no caminho, é uma ótima bebida revigorante e fresca, além de não tem conservantes, acidulantes e outras cositas mas!
Adoro!
Beijos à todos!

terça-feira, 16 de março de 2010

Quibe de Berinjela


No carnaval fiz esse quibe de berinjela para o meu pessoal. Minha mãe e a Maria Fernanda adoraram. Mil elogios e tal...Mas, o Dantas não gostou muito. Disse que tinha um pouquinho de gosto de "berinjela". Mas, tenho certeza que era esse o gosto que ele não gostou muito, pois ele não gosta muito desse legume. Bom, enfim, minha mãe e a Maria Fernanda comeram tudinho!
INGREDIENTES:
Para o refogado de berinjelas:
3 berinjelas bem picadinhas, e, deixadas de molho em água e um pouquinho de vinagre;
2 dentes de alho espremidos;
1 colher (sopa) de azeite de oliva;
1 colher (chá) de tempero pronto (opcional);
Zattar (é aquele temperinho árabe);
Para o trigo:
2 xícaras (chá) de trigo para kibe;
700mL de água fervente;
2 tabletes de caldo de carne
bastante hortelã picadinha;
5 colheres (sopa) de creme de ricota para rechear (opcional, pode ser requeijão light).
PREPARO:
  • Ferva a água, e, dissolva os 2 tabletes de caldo de carne. Com esse caldo, cubra o trigo p/ quibe, e, deixe de molho por 25 minutos;
  • Enquanto isso, refogue os dentes de alho no azeite de oliva, junte a berinjela, e, se achar necessário coloque mais tempero em pasta ou sal, como você preferir.Reserve esse refogado;
  • Passados os 25 minutos do trigo de molho, escorra bem o caldo, e, junte o trigo ao refogado de berinjela, junte também a hortelã picada, o zattar, e quais temperos e ervas você gostar de colocar habitualmente no quibe;
  • Pegue um pirex, e forre com metade do quibe. Recheie com o creme de ricota ou requeijão light, ou pimentão refogado, enfim deixe esse recheio da maneira que a sua turma irá adorar.E cubra com a outra metade da massa do quibe.
  • com a ponta cega da faca, desenhe os losangulos sobre o quibe, e regue com 1 colher (sopa) de azeite de oliva. Leve ao forno para assar. O meu forno é grande, por isso demorou bastante. Deixei por lá +-1 hora e pouquinho. Mas, quando ele ficar douradinho, pode tirar do forno.
  • Esse aqui é o creme de ricota que usei.É delicioso! Uso também em torradinhas e coloco umas folinhas de rúcula...Fica muuuito bom!

    Assim que sai do forno, ainda bem quente, ele não fica firme, assim fácil de cortar, sem quebrar. Mas, depois de frio fica mais fácil!

    Rende 8 porções, com aproximadamente 127 kcal por porção
    Um beijão à todos...Já,já eu volto!

sexta-feira, 5 de março de 2010

Picles


Oiiii! Finalmente consegui postar uma receitinha por aqui. Esse ano está um pouquinho corrido pra mim, mas sempre passarei para colocar novidades. Mas, sempre deem uma olhadinha nas outras receitinhas que já estão aqui do ladinho, tem muitas receitas gostosas, que valem muito a pena fazer. Entre as minhas prediletas estão a "Lazanha de Legumes" e "Panqueca de abobrinha".
Voltando... Para hoje vou fazer uma conserva de pepino. Olha só que coisinhas mais lindas!!!Fui até minha professora de Tecnologia de Alimentos, e ela me deu dicas importantes, que repasso para vocês.
INGREDIENTES:
500 gramas de pepininhos ;
1/2 cenoura em tiras;
250 mL de vinagre branco de boa qualidade
125 mL de água filtrada;
1 colher (café) de açúcar;
2 colheres (café) de sal;
pimenta do reino em grãos
folhas de louro;
1 colher (sopa) de vinagre balsâmico (opcional);
PREPARO:
  • Lave bem os pepininhos com uma escovinha, e higieníze-os. Tire as pontinhas, seque com papel toalha e reserve-os;
  • Agoara vamos realizar o "branqueamento", que nada mais é que ferver a água e quando estiver começando a formar bolhinhas no fundo da panela, jogue sobre o vegetal (pepininhos), deixe nessa água quente por 2 minutos. Passado esse tempo, coloque imediatamente em uma tigela com água e gelo, deixando +- 20 segundos. Escorra a água e seque com papel absorvente.
  • Num recipiente próprio para conservas, vá arrumando os pepininhos lado à lado;
  • Leve em um caneco, o vinagre e a água ao fogo, e, quando começar a formar bolhinhas desligue.O meu ficou escuro, porque adicionei 1 colher (sopa) de vinagre balsâmico, mas é opcional! Deixe esfriar.Quando estiver frio, tempere com o sal e o açúcar, e jogue sobre os pepinos. Coloque também o loura e os grãos de pimenta do reino;
  • Feche bem o vidro, e, leve para dentro de um armário escuro por no mínimo uma semana antes de consumir.

Por hoje é só... Um beijo à todos e um ótimo fim de semana!