domingo, 31 de maio de 2009

Massa Gratinada com Carne


Ingredientes:
Massa Fusili Tricolor
Bacon
2 Bifes de lombo de porco
Azeite q.b.
Sal q.b.
1 Cebola
1 pacote de natas
Cerveja
Manteiga

Preparação:
Piquei a cebola finamente e pu-la numa frigideira regada com um 1 fio de azeite e uma colher de sopa de manteiga e deixei refogar. Quando a cebola adquiriu uma cor acastanhada adicionei os dois bifes cortados em quadrados pequenos, reguei com 1/2 cerveja. Quando os bifes estavam cozinhados adicionei o bacon ás tiras.
Entretanto cozi a massa conforme as instruções da embalagem. Quando esta estava cozida adicionei-a à frigideira da carne que, entretanto já tinha evaporado quase todo o molho.
Depois de bem envolvido deitei o preparado num pirex e reguei com um pacote de natas. Depois de envolvido coloquei cerca de 15 minutos no forno pré-aquecido só para que as natas cozinhassem.

São servidos??

sábado, 30 de maio de 2009

Iogurte de framboesa - Dia cor-de-rosa I

Hoje é o Dia Cor-de-rosa. Mais uma vez cá estou eu a participar neste desafio tão engraçado que a Mary se lembrou de criar. Desta vez vou participar com uma receita muito simples e fácil de fazer: iogurtes.




1 litro de leite de pacote
1 iogurte natural
1/2 medida (copo de iogurte) de leite em pó
1 colher de sopa de açúcar amarelo
3 framboesas por cada iogurte

Comece por aquecer o leite (sem deixar ferver). Espere até que fique morno e misture bem o leite com o iogurte, o açúcar e o leite em pó. Coloque a mistura em copos de vidro, junte as framboesas e deixe no forno aquecido a 45º durante 5 a 6h. Retire e leve ao frigorífico.

A minha participação no dia Rosa não acaba aqui...

Sangria de framboesa - Dia cor-de-rosa II

... E aqui vai mais uma receita cor-de-rosa...


1 Garrafa de vinho branco (7,5dl)
3,5 dl 7UP
4 colheres rasas de açúcar amarelo
300g de framboesa

Misturar tudo e colocar no frigorifico cerca de 15 min antes de servir.
(Nota: esta receita dá para 2 jarros)

SOUFLÊ DE PESCADO

Comer peixe é bom, mesmo que tenha muita gente por aí que ainda torça o nariz, dizendo que Peixe: tem espinhos, não tem pele, e é sem sabor... É o pessoal do contra! Mas em contrapartida, temos nós, loucos vorazes amantes de peixes de todas as cores, formas e tamanhos. Claro que isto implica também em criar algo e deixar o que é bom, melhor ainda... E isto é possível, sem muito esforço, ou ingrediente mirabulante. O famoso, cozinhar com Amor e gostar do que faz! :DD 300g de pescado branco
06 colheres de sopa de molho bechamel, ou creme de leite light (usei o creme de leite)
05 claras
01 gema
Buquês de brócolis cozidos em água e sal, picado
Sal e pimenta a gosto
.
Molho de tomate temperado com pimentões e azeitonas para acompanhar.
.
Tempere o peixe com sal e pimenta e cozinhe. Quebre-o em pedaços. Reserve. Bata as claras em neve com uma pitada de sal e reserve. Misture a gema, o molho, o peixe e por último as claras em neve. Unte e enfarinhe uma fôrma. Faça uma camada de brócolis e sobre esta, coloque a mistura do souflê. Polvilhe com parmesão ralado e leve para assar em banho-maria, por aproximadamente 40 minutos, ou até que esteja dourado. Sirva acompanhado do molho vermelho.

Receita: Ana Anita.

Molho americano

Rende: 2 xícaras de (chá)

Ingredientes
1xícaras (chá) de Maionese Hellmanns
2 colheres (chá) de catchup
3 colheres (sopa) de picles, picadinhos
1 colher (chá) de KARO
1 ovo cozido, picado

Modo de preparo

1 Misture bem todos os ingredientes.
2 Cubra e conserve na geladeira até o momento de servir.
3 Sirva sobre saladas de legumes com frutas.

Cachitos de fiambre e queijo na MFP


50 gr de manteiga (coloquei 50% manteiga e 50% margarina)
1 ovo
120 gr de leite
300 gr de farinha de trigo tipo 55
1 colh. chá de sal
1 colh sopa de azeite
2 colh sopa de açucar
20 gr de fermento de padeiro fresco (coloquei 1 colher de chá de fermento seco)
Coloque os ingredientes pela ordem indicada na MFP e escolha o programa "amassar". Verifique se a massa forma uma bola e, se notar que está muito mole, junte mais um pouco de farinha. Corte a massa em triângulos, molde os croissants e coloque vários recheios (fiambre, queijo, presunto, nutella, etc.). Barre com leite, azeite ou margarina para que a superfície fique brilhante e estaladiça. Deixe levedar no forno a 50º durante 30 a 40 minutos. Suba a temperatura até aos 200º e deixe cozer por 20 minutos ou até dourar.
Fonte: Fórum Bimby (Irebelo)

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Bolo de Côco na MFP

Esta receita foi retirada do fórum paocaseiro.

Ingredientes:
200 ml de leite
2 ovos
150 margarina derretida
1 pitada de sal
200 farinha T65
7 g fermento em pó
200 g de côco ralado

Preparação:
Juntar tudo na cuba da máquina de fazer pão, seleccionar o programa bolos e é só!

Perguntas e Respostas

Vou reunir aqui neste tópico perguntas feitas na shoutbox onde podem deixar comentários, perguntas, dizer o que quiserem... pelo menos fica arquivado para quem tiver dúvidas semelhantes!

28 Mai 09, 22:55
Teresa: Tenho uma dúvida, utilizo normalmente para fazer o pão, as misturas do continente e farinha tipo 65 para usos culinários. Posso utilizar farinha autolevedante ou não é aconselhável? Obrigada

ReceitasMFP: Teresa, se está a pensar na farinha branca de Neve, que trás fermento, essa não deve ser utilizada para fazer o pão, porque a forma deste fermento actuar é diferente. As únicas farinhas autolevendantes que pode utilizar para fazer pão são aquelas que trazem escrito na embalagem que são próprias para máquina do pão, porque já tem o fermento certo adicionado para fazer pão.

19 Mai 09, 20:53
Floriano mesquita: Tenho uma maquina de pão. O livro de receitas tráz referencias de farinha que eu gostava de saber as equivalencias que são:tipoe 550, 997 ,1050, 405, 812.

ReceitasMFP: Em investigação... sei que esses números são usados em receitas italianas, e que quanto maior o número, mais glúten tem, logo melhor é para o pão (tal como a nossa T65 é melhor para o pão que a T55).

19 Mai 09, 18:11
Luis: Boa tarde! dá para substituir o leite em pó por leite liquido? obrigada

ReceitasMFP: Olá, sim podes substituir o leite em pó por leite líquido, mas depois tens de meter menos água, de forma a que o total da quantidade de líquidos continue correcto.


15 Mai 09, 14:29
João: como fazer o pão na mfp ficar + esponjoso?

ReceitasMFP: Olá João! Se o teu pão fica muito consistente e muito compacto, precisas de adicionar mais um pouquinho de fermento. Isso já me aconteceu com as farinhas do LIDL, cujo fermento já não actuava bem.

15 Mai 09, 00:08
Luís: Olá a todos!
Antes de mais quero dar os parabens ao criador deste bolg... e tenho uma duvida, normalmente deixo a mfp programada para ter pão fresco de manhã. posso utilizar por exemplo a receita do pão com pepita de chocolate?

17 Mai 09, 16:13
ReceitasMFP: Olá Luís! Obrigada pelos elogios! Sim, podes deixar a máquina programada com a receita do pão de pepitas, eu já o fiz dessa forma :D

13 Mai 09, 15:27
Filipa: Gostaria de saber se alguém tem receitas de comida para a MFP :D

17 Mai 09, 16:12
ReceitasMFP: Olá Filipa! Tenho algumas receitas de comida para a MFP aqui no blog, procura em Receitas de Carne, em Receitas de Peixe e em Receitas de Acompanhamentos. Podem deixar mais receitas nos comentários!

"Lasanha" de Abobrinha



E para finalizar a semana
lightmente, bolei essa lasanha. Na verdade, de lasanha só tem o tipo de montagem e a inspiração das camadas, porque não vai massa e nem queijo... hehehehe
Ainda mais pra nós, que não podemos com essa regalias, essa versão ficou muito saborosa! Me espantei até. Espero que façam e aproveitem! (pq aqui não sobrou nem a 'rapa do tacho')

Ingredientes:
- 1 abobrinha
- 200gr carne moída
- 1 creme de soja
- 4 fatias de presunto
- 1/2 cebola picada
- 1 tomate picado
- 10 azeitonas em pedaços
- caldo de legumes em pó
- caldo de carne
- 1/2 colh (sopa) de farinha de arroz
- vinagre
- sal, pimenta do reino, pimenta calabresa e orégano a gosto
- azeite de oliva

Preparo da Abobrinha:
Primeiro descasque-a. Depois corte em fatias não muito grossas. Deixe uma panela com água ferver e dê um "susto" nas fatias da abobrinha na água quente. É só pra amolecer, não pra cozinhar. Tire-as da panela, coloque num prato, salpique o tempero em pó e reserve.

Preparo do Molho de Carne Moída:
Numa vasilha coloque a carne moída, umas 5 colh. (sopa) de água e mais 5 colh. (sopa) de vinagre. Mexa a carne até ir soltando as fibras.
Na panela, coloque 1 fio de óleo e esquente bem, coloque a carne (se formou água, escorra antes de por na panela), deixe fritando. Acrescente a cebola picada e o tomate. Refogue bem, acerte o sal e a pimenta calabresa, por último as azeitonas em pedaços ou picadas.

Preparo do Molho Branco:
Numa panelinha coloque o caldo de carne e 1 colh (chá) de óleo. Esquente o óleo e dissolva o caldo de carne. Coloque 1/2 colh (sopa) de farinha de arroz e mexa. Acrescente o creme de soja, sal e pimenta do reino a gosto. Vai empelotar, mas depois, quando estiver morno, leve ao mixer e bata bem, porque fica cremoso.

Montagem:
No refratário forre o fundo com azeite de oliva.
Faça uma camada com metade das fatias da abobrinha. Por cima coloque a carne moída refogada e depois o resto da abobrinha. Por cima faça uma camada de presunto, depois de creme branco. Por último sapique orégano e mais pimenta se quiser.
Leve ao forno médio por uns 20 min, pode ser com papel alumínio por cima, para a abobrinha terminar de cozinhar e para secar um pouco a água que vai soltar.

*Como não tem massa, pode ser servida com arroz branco para acompanhar. Ficou muito saborosa! Grande beijo a todas!!!!

FONDUE DE CARNE(BOURGUINONE)



FONDUE DE CARNE
conhecido como Bourgnone

Ingredientes
200 g de carne por pessoa (filé mignon, contrafilé, frango ou camarões)
sal e pimenta do reino à gosto
shoyu (molho de soja)
azeite ou óleo para fritar
molhos diversos(abaixo tem a receita de alguns)

Modo de Preparo:
Corte a carne em cubos, não muito pequenos, e tempere com sal, pimenta do reino e shoyu (cuidado com o sal, pois o shoyu já possui). Deixe descansar por uma hora, no mínimo. Depois, escorra o shoyu.Caso queira não tempere, deixe somente o gosto para os molhos.
Esquente o azeite no fogão e, só depois, passe para o caquelon (panelinha do réchaud de fondue). Coloque sobre o fogareiro a álcool, regulando a chama para o azeite não espirrar ao fritar a carne.
Cada pessoa serve-se de alguns pedaços de carne em seu prato vai espetando e fritando no azeite até o ponto de preferência.
Pode-se fritar junto: pedaços de cebola, pimentão, cogumelos, etc. Cada um frita o seu pedaço, passa por um dos molhos, retira com o seu garfo individual e então come. Pode ser acompanhado com salada crua, batatas assadas ou sauté.

ALGUNS MOLHOS PARA ACOMPANHAR
(Misturar todos ingredientes)

Molho de Alho
Azeite de oliva
6 dentes de alho
1 gema de ovo(cozida)
gotas de suco de limão
sal
pimenta do reino

Molho de Morango
1 xícara (chá) de maionese
2 colheres (sopa) de catchup
3 colheres (sopa) de geléia de morango

Molho de Pepino
1 copo de requeijão
2 colheres (sopa) de leite
1 xícara (chá) mal cheia de pepino picado
1 colher (sopa) de cebola ralada
1 pitada de cominho

Molho de Espinafre
1 xícara (chá) de espinafre cozido em água e picado
3 colheres (sopa) de salsa picada
2 copos de iogurte
1 colher (sopa) de suco de limão
1 colher (chá) de raspas de limão
sal e pimenta à gosto

Molho de Requeijão com cheiro-verde
1 copo de requeijão
3 colheres (sopa) de salsa picada
1 colher (sopa) de cebolinha picada
sal à gosto

Molho tipo tártaro(sem picles)
3 colheres (sopa) de azeite
2 colheres (sopa) de vinagre
1 colher (sopa) de alcaparras picadas
3 colheres (sopa) de cebola ralada
1 colher (sopa) de cebolinha picada
sal à gosto

Molho de Abacaxi
1 xícara (chá) de geléia de abacaxi
2 colheres (sopa) de vinagre
1 colher (chá) gengibre ralado
raspas de 1/2 limão

Molho Curry
1 copo de iogurte
1 maçã ralada
1 colher (sopa) de curry
sal e páprica doce à gosto

Molho Russo
1 xícara (chá) de catchup picante
3 colheres (sopa) de páprica doce
2 colheres (sopa) de suco de limão
sal à gosto

Molho de Conhaque cremoso
1 lata de creme de leite sem soro
5 colheres (sopa) de conhaque
sal à gosto

Molho de Mostarda
1 lata de creme de leite sem soro
3 colheres (sopa) de mostarda
molho de pimenta à gosto
gotas de suco de limão
sal à gosto

Molho Tártaro
1 xícara (chá) de maionese
1/2 xícara (chá) de picles picado
cebolinha e salsinha picados
2 colheres(sopa) cebola picada
1 colher (café) de mostarda

Obs.: Há uma infinidade de molhos para você servir, varie estes conforme a sua criatividade e gosto, acrescentando frutas(batidas) ou temperos, de acordo com seu paladar e de seus convidados.
Neste fondue a carne é temperada, mas deve ser escorrida para que não espirre na hora de fritar, mas normalmente não devemos temperar a carne, por isso os molhos são servidos.

E.T.:
Estarei colocando mais receitas de fondues, principalmente com a aproximação do inverno aqui no Brasil, é um prato muito procurado para reuniões de amigos, um modo de um bate papo descontraído e gostoso!

BOM APETITE!

Quiche de coelho



Massa:
100g farinha para bolos
100g de farinha de trigo tipo 65
70g azeite
1 ovo
5 colheres sopa de leite
Sal

Colocar na MFP os ingredientes líquidos e depois os sólidos. Escolher o programa (no meu caso "pasta"). Observe a massa e certifique-se que forma uma bola. Dependendo do tamanho do ovo, pode ter que acrescentar mais farinha ou mais leite. Em 15 minutos está amassado. Estenda a massa numa forma de tarte e pique bem a massa com um garfo. Leve ao forno até dourar.
Recheio:
1 molho de espinafres
1 embalagem de cogumelos laminados (prefiro os frescos)
Coelho desfiado
5 dentes de alho
Azeite, sal, noz moscada
1 colher de sopa de farinha de trigo
Leite (1/2 chávena)
1 colher de sopa de queijo da Ilha
1 gema de ovo
Num tacho, coloque os alhos, o azeite e os espinafres. Deixe estufar um pouco e junte os cogumelos. Quando o líquido estiver todo evaporado junte a farinha e tenha o cuidado de não parar de mexer. Vá acrescentando o leite aos poucos, como se estivesse a fazer béchamel. Junte o queijo e a gema. Mexa mais uma vez e rectifique os temperos. Coloque este creme na base da tarte e leve ao forno quente por 25 minutos. Apague o forno, mas deixe lá a quiche por mais 20 minutos.

Leite na Berlinda


por Agência Estado

A classe dos mamíferos, os animais mais evoluídos da natureza segundo a biologia, tem mais de 6 mil grupos. E só um deles consome leite de uma espécie diferente da sua na fase adulta: o ser humano. A constatação fundamenta a Campanha pelo Desaleitamento Adulto, promovida pela ONG Instituto Nina Rosa ao longo dos últimos quatro meses. No panfleto usado para divulgar o trabalho da instituição uma vaquinha indignada, desenhada pela cartunista Magô Pool, questiona: "Se sua mãe, que te ama tanto, não te dá leite por que eu, que não tenho nada a ver com isso, tenho que dar?"

O bom humor da campanha não apaga a seriedade da questão sobre a qual ela propõe reflexões: a exploração das vacas leiteiras, submetidas a gestações contínuas, de acordo com os ambientalistas, para atender a demanda por leite. O aspecto ético que envolve o tema é tão polêmico quanto o fundamento científico que o cerca. Se de um lado os reumatologistas criticam o baixo consumo de laticínios, de outro especialistas em nutrição enfatizam o potencial alergênico desses alimentos - acusados de estimular o desenvolvimento de várias doenças.

Mestre em nutrição clínica funcional pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp), Daniela Jobst defende que o consumo de leite e de seus derivados está relacionado à constipação intestinal crônica. "Fiz um estudo sobre essa relação com 180 pacientes. Quando eles cortaram os laticínios da dieta houve uma melhora de 40% nos casos de constipação", relata. "Quando se fala em alergias desencadeadas pelo leite as pessoas pensam apenas na intolerância à lactose, que é imediata, mas desconhecem as alergias tardias, representadas por estufamento abdominal, gases e obesidade", completa.

Na avaliação de Daniela, a dieta humana prescinde só do leite materno. "Crianças são as mais prejudicadas pelo superconsumo de laticínios, são as mais suscetíveis a alergias respiratórias e dermatites", diz. Segundo a nutricionista, o leite participa desse processo por ter um caráter mucogênico, ou seja: favorece a secreção de muco, que propicia a proliferação de germes. "Nos casos de celulite, por exemplo, que é um processo inflamatório, o papel agravante do leite é claro. Ele também interfere nos quadros de diabete do tipo I, por apresentar alto índice glicêmico."

Daniela enfatiza que o ser humano não possui algumas enzimas digestivas necessárias para processar o leite adequadamente. "Digerir determinadas proteínas do leite é um processo que exige muito da flora intestinal. Temos a enzima lactase, mas é uma lactase humana e não bovina. No caso do iogurte esse procedimento é um pouco menos complicado, sua digestão exige menos do intestino por ser um alimento fermentado. Uma forma de minimizar a situação é consumir laticínios em dias alternados, no máximo três vezes por semana."

Os argumentos contrários à ingestão de laticínios esbarram no fato de esses alimentos apresentarem elevada concentração de cálcio, elemento fundamental da nutrição saudável. "Não resolve comer um alimento rico em cálcio, é preciso que esse nutriente esteja biodisponível. Ingerir não é a mesma coisa que digerir e absorver. No caso do leite e de seus derivados a absorção de cálcio varia de 30% a 40%, índice que pode chegar a 90% para o tofu. O gergelim também é excelente fonte de cálcio, assim como o feijão", diz a nutricionista.

Além de consumir alimentos ricos em cálcio é preciso, de acordo com Daniela, controlar as perdas do nutriente pelo corpo. "Uma alimentação desequilibrada, rica em gordura e açúcares, com excesso de carne e comida industrializada, torna ácido o PH do sangue, demandando cálcio do organismo para equilibrar a acidez. O cálcio age no sistema de tamponamento, promovendo justamente o equilíbrio do PH do sangue."

Doutor em reumatologia pela Unifesp, o médico Marcelo Pinheiro discorda da restrição ao leite proposta por alguns profissionais da saúde. "A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda ingerir 1.200 miligramas por dia de lácteos, o que equivale a cinco porções. Cada porção corresponde, por exemplo, a um copo de leite ou a um iogurte. No Brasil o consumo é muito baixo, cerca de um terço do ideal, o que nos preocupa muito porque esses alimentos são as melhores fontes de cálcio da alimentação", avalia o médico.

Pinheiro explica que cálcio participa ativamente da formação do tecido ósseo, sendo imprescindível na infância e adolescência. "Quando não se forma esse reservatório de cálcio na juventude, uma poupança que será usada em idades mais avançadas, há mais chances de passar por algumas doenças na fase adulta, principalmente osteoporose", avalia o médico. Ele chegou a essa conclusão após conduzir um estudo sobre osteoporose com 2.400 pessoas, recrutadas nas cinco regiões do País.

"Constatei que cerca de 15 % dos voluntários já sofreu fratura por osteoporose, o índice é alto se considerarmos que a incidência de diabete, tão comum, é de 8% no País. O pior é que as pessoas não estão preocupadas com a fragilidade dos ossos", detalha Pinheiro. "Muito se fala sobre alergias provocadas pelo leite, mas a intolerância à lactose, por exemplo, gira em torno de 30%. O restante da população poderia se beneficiar do leite. Para casos de obesidade, recomenda-se o tipo desnatado, que tem ainda mais cálcio que o integral."

Com base em sua investigação sobre os fatores de risco relacionados à osteoporose, Pinheiro destaca as mulheres como grupo mais suscetível. "A proporção é de três mulheres acometidas pela fratura de osteoporose para cada homem. Elas precisam ter mais cuidado no período pós-menopausa, em que a destruição óssea é comum", diz. Segundo ele, grávidas e lactantes devem estar especialmente atentas ao consumo de laticínios. "Nessa fase, o consumo diário deve chegar a 1.500 miligramas", indica.

[Fontes: Instituto Nina Rosa, Abril, Vegetarianismo.com.br]

Sopa de cogumelos

Essa sopa é uma do vasto repertório de sopas húngaras. Sendo um país frio, toma-se muita sopa, inclusive no verão. Naturalmente, frias. Acontece que esta lógica nem sempre é respeitada, pois bem me lembro de ter tomado sopas quentes todos os dias de minha infância, fosse o gélido inverno da Europa Central ou o inacreditável clima tropical dos 3 meses de verão.

INGREDIENTES:
500 g de champignon de Paris ou shitake
3 colheres de sopa de farinha de trigo
50 ml de óleo de semente de girassol
1 colher de chá de páprica doce
1 litro de caldo de carne
sal

MODO DE PREPARO:
Lave rapidamente os cogumelos. Corte a ponta dos talos. Se for champignon de Paris corte em dois se for shitake em quatro.
Coloque o óleo na frigideira e esquente. Junte a farinha e doure mexendo sempre. Quando a farinha estiver dourada acrescente água fria beeeeeeem devagarzinho mexendo sempre para que não empelote.
Quando chegar a um creme espesso, junte caldo quente aos pouco mexendo sempre até formar um creme ralo. Dai junte isso ao resto do caldo quente da panela.
Nesta frigideira coloque mais óleo e refogue os cogumelos em fogo bem alto por uns 3 minutos apenas. Coloque na frigideira um pouco de caldo e “limpe” bem o fundo da frigideira. Coloque tudo na panela com o caldo. Cozinhe por mais 5 minutos a antes de servir acrescente a páprica doce.
Super fácil, não é?

Serve 4 a 5 pessoas

Sorbet de Framboesa

Realmente a minha máquina de gelados quase não tem parado. Depois do gelado de chocolate, e do gelado de banana da Marizé, agora foi a vez deste sorbet de framboesa. Um gelado sem gordura para comer com menos culpa!
Bom fim de semana a todos!

Ingredientes para 500gr de sorbet:

500ml de água
200gr de açúcar
150gr de framboesas congeladas

Preparação:

Leve a água ao lume com o açúcar, e deixe ferver 5 minutos. Retire e deixe arrefecer. Coloque depois no frigorífico durante algumas horas.
No copo liquidificador junte depois as framboesas congeladas e a calda de açúcar bem fria e emulsione bem até as framboesas estarem reduzidas a puré.
Se não gostar de encontrar as sementes das framboesas no sorbet, coe a mistura num passador de arame.
Coloque depois a mistura das framboesas na máquina de fazer gelados e proceda de acordo com as instruções, ou, coloque a mistura num tabuleiro, leve ao congelador e bata a mistura de 2 em 2 horas até desfazer todos os cristais de gelo. (Poderá juntar 1 colher de sopa de vodka ao sorbet de modo a que este não fique tão duro quando for a comer)
Guarde no frigorífico até servir.

Bom Apetite!

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Patê de fígado dos Prazeres


Vou escrever pelo Zé, que está aqui do lado com preguiça. Esta é uma "adaptação muito pessoal" das tradicionais receitas de patês franceses.
Você vai precisar de:
  • 600g de fígado de frango limpos, sem gorduras e sem nervuras
  • 1 peito de frango de mais ou menos 500g
  • 2 cebolas grandes
  • 6 dentes de alho grandes
  • 1 xícara de salsinha picada
  • 1 xícara de cebolinha picada
  • 1 colher de café de cravo moído
  • 1 colher de café de noz-moscada
  • 1 colher de café de canela em pó
  • 1/2 colher de café de gengibre em pó
  • 1/2 tablete de manteiga (100g)
  • 1/2 xícara de azeite
  • 1 colher de sobremesa de açúcar
  • 1 dose de conhaque ou o alcoólico seco de sua preferência (whisky, brandy, pinga)
  • sal à gosto
  • 3 ovos
  • 1 copo de leite ou creme de leite
  • 1 xícara de farinha de rosca
Pique tudo grosseiramente, misture e passe tudo no processador, bem processado. Deixei uma pasta bem lisa. Escolha a fôrma de sua preferência, unte generosamente com azeite e deite o patê. Leve ao forno pré-aquecido em banho maria, por 50 minutos, com a água já quente, pra facilitar. Para verificar se já está pronto, faça como com um pudim: espete um palito e veja se sai seco.
O Zé, como gosta de cozinhar e distribuir para os amigos, fez em forminhas pequenas, como vocês podem ver na foto. Rendeu 25 forminhas! Um patê sem igual, que agora você pode fazer na sua casa! :D

Sopa de Abóbora Light


Chegou à noitinha em casa, está de dieta, ou simplesmente quer comer algumas coisinha mais leve e saudável? Pronto! Essa sopinha é tudo isso e mais. A abóbora é um alimento de alto valor nutririvo, indispensável à vista, conserva a saúde da pele e das mucosas, evita infecções e ainda auxilia o crescimento.Pesquisas recentes, identificaram substâncias protetoras contra diversos tipos de câncer, como da próstata, mama e cólon. Sendo que a abóbora possui diversas substâncias com princípio ativo anticancerígeno. Essas substâncias são betacaroteno, kaenpferol, ácido ferrúlico, licopeno e a quercetina.Suas sementes também são ótimas, evitam hiperplasia benigna de próstata, pois possue fitoesterol, que regularizam os hormônios que desencadeiam o quadro.
Um alimento tão rico assim, não pode ficar de fora de nossas refeições, não é mesmo? Além do mais, hoje é muito fácil encontrarmos a abóbora japonesa, essa de casca verde escura, já descascada. O que facilita ainda mais nossa vida.
A dica é a seguinte, junte a abóbora, a água e o temperinho, coloque no fogo baixo e vá tomar seu banho. Na hora que você voltar, já estará prontinha para bater no liquidificador.
INGREDIENTES:
300 gramas de abóbora japonesa;
2 xícaras de água filtrada;
1 colher (café) de tempero pronto;
1 colher (sopa) de requeijão light.
PREPARO:
Como eu já falei, é só juntar a abóbora, a água e o temperinho. deixar mais ou menos 10 minutos em fogo baixo, até que a abóbora esteja macia. Bater tudo no liquidificador, colocar em um prato de sopa ou numa tigelinha, como você preferir, e colocar o requeijão.
Essa sopinha fica light, sabe por que? Porque não refoguei com nem um pinguinho de óleo, nem azeite,e nem faz falta, o sabor fica perfeito. O queijo ralado foi substituído pelo requeijão light.
Agora é só fazer e me contar se gostou.

Rende 4 conchas cheias, sendo que que cada concha terá aproximadamente 51 kcal.

Hambúrguer a jato

Essa receita é para quem tem pressa. Se você não tiver carne moída e sim carne sem ser moída, corte-a em pedaços e coloque os cubos por alguns segundos em um processador de alimentos. Pronto; a carne fica melhor que a moída, pois perde muito menos suculência.

INGREDIENTES:
350 g coxão mole limpo moído uma vez
2 colheres de sopa de cebola caramelizada
2 colheres de chá de manteiga
2 colheres de chá de molho de soja
2 colheres de chá de molho inglês
Pimenta do reino moída na hora
Azeite para untar e pincelar

MODO DE PREPARO:
Para caramelizar a manteiga é simples. Coloque a cebola para fritar em fogo médio. Quando estiver amarelado coloque uma colher de café de açúcar e deixe a cebola dourar com o açúcar. Deixe a cebola esfriar e misture bem todos os ingredientes. Se precisar, ponha uma pitada de sal.
Separe a carne em duas porções. Molde com a mão os dois burgers. Deixe com diâmetro menor para ter 2,5 cm de espessura. Moa pimenta sobre um dos lados.
Dê uma pincelada de azeite nos dois lados do burger.
Coloque os dois burgers em uma boa frigideira (de preferência de ferro fundido) e frite três minutos de um lado e dois do outro.
Quando estiver pronto, espere 2 minutos antes de servir para ficar bem rosado.
Se quiser pode colocar por cima queijo gorgonzola que combina super bem.

Serve 2 pessoas

Leites Vegetais


Olá girls! Encontrei umas receitas de leites vegetais, para quem tem intolerância ou alergia ao leite animal. Além do leite de soja e do leite de coco que já encontramos prontos, essas receitas são fáceis e dá pra economizar um dim-dim fazendo em casa né? Espero que gostem!

Leite de Amêndoas
12 a 20 amêndoas sem pele, já hidratadas.
1 copo (200ml) de água de fonte ou mineral.
Bata as amêndoas com a água, no liqüidificador.


Leite de Amêndoas Morno
Leite de amêndoas;
Meia colher de café de suco de gengibre ralado;
1 colher(de café) de canela em pó;
Melado ou açúcar mascavo.
Misture bem, todos os ingredientes, e e os aqueça em fogo muito brando, por poucos segundos.



Leite de Arroz Integral (para bebês)

Cozinhe bem o arroz integral ou outro cerea
Bata no liquidificador e coe em seguida. Essa pasta deve ser mantida na geladeira, em recipiente fechado.
No preparo da mamadeira, use 3 colheres de sopa ( ou mais, conforme o apetite da criança) dessa pasta, misturada com água morna ou chá fresco de ervas naturais.
Como opção, pode-se adoçar. Nesse caso, empregue açúcar mascavo de boa procedência e se possível de cultivo orgânico. A frutose talvez seja mas suave para um bebê.
De acordo com a experiência e intuição, pode-se misturar um ou outro dos leites vegetais.


Leite de Aveia
Pôr de molho a quantia desejada de aveia, no dobro em água, em recipiente de louça ou vidro. Após 2 horas, bater no liq. Coe num pano. Pode pôr mais água, se ficar engrossado.


Tapas com Tomate e Patê de ovo e Fiambre

Com o calor, começa a mudar a maneira como comemos. Pelo menos cá por casa.
As sopas passam a ser substituídas por saladas frescas e coloridas. As sobremesas favoritas passam a ser a fruta fresca e os gelados. Deixa-se de ter tanta vontade de preparar assados e bolos, e os grelhados passam a ser uma presença quase constante à mesa.
Há mais vontade de comer coisas leves e simples!
Como estas tapas tão simples e rápidas de preparar, que juntamente com uma salada foram mais um jantar de domingo!

Ingredientes para 6 tapas:

6 tostas integrais redondas grandes (eu usei umas tostas de sementes redondas do IKEA)
2 tomates cortados em rodelas
1 ovo cozido
4 fatias de fiambre
1 colher de sopa de pickles picados
2 colheres de sopa de maionese

Preparação:

Pique o fiambre e o ovo cozido em pequenos pedaços. Junte os pickles já picados e ligue tudo com a maionese. Misture bem.
Lave e corte o tomate em 6 fatias.
Coloque sobre cada tosta uma rodela de tomate, e por cima desta uma colherada da pasta de ovo e fiambre.
Sirva de imediato como entrada ou refeição ligeira.

Bom Apetite!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

SORVETE DE MELÃO COM HORTELÃ



SORVETE DE MELÃO COM HORTELÃ

Ingredientes:
1 kg melão, sem sementes e sem a casca
100 g açúcar
1 colher (sopa) de sumo de limão
2 colheres sopa de vodka ou champagne
6 galhinhos(folhas) de hortelã

Modo de Fazer:
Coloque todos os ingredientes menos a hortelã no copo do liquidificador e triture bem. Leve ao congelador até estar bem gelado. Neste momento se quiser bata na batedeira e acrescente depois a hortelã picadinha e leve ao congelador.

Obs.: A segunda batida não é necessária, eu a faço para que fique sem cristais de gelo.


até mais,

Tomate Seco

Sempre que posso faço tomate seco pois além de ser delicioso há muitissimas receitas onde ele é Rei.
A receita que se segue é da minha amiga Gisele que está ausente da blogosfera faz muito tempo... mas nem por isso as receitas dela deixam de ser testadas aqui em casa :-)
Eu modifiquei-a um pouco pois nem sempre tenho todos os ingredientes em casa... mas garanto que assim tb ficam optimos ;-)

Photobucket

Receita da Gisele
Rendimento: Por volta de 500g de tomate seco

Ingredientes:
4Kg de tomates sem sementes
1 xícara (chá) de açúcar (eu uso menos quantidade)
1 colher (sopa) de sal
1 xícara (chá) de azeite
1 xícara (chá) de óleo
6 dentes de alho picados
1 colher (sopa) de orégano (orégãos)
1 colher (sopa) de ervas frescas picadas (não usei mas já fiz e fica optimo)
1 colher (sopa) de salsinha e cebolinha picadas (tb não usei desta vez)


Corte os tomates ao meio e retire as sementes. Coloque-os em uma assadeira com a parte da polpa virada para cima. Em uma tigela à parte misture o sal com o açúcar e polvilhe metade dessa mistura por cima dos tomates. Pré-aqueça o forno em temperatura alta por 15 minutos, baixe a temperatura e coloque os tomates por 1 hora e meia (no meu forno demora um pouco mais esta fase). Retire todo o líquido que se formou e troque de assadeira. Organize, agora, os tomates com a polpa voltada para baixo, polvilhe o restante da mistura de sal com açúcar e leve ao forno por mais 1 hora. Escorra o líquido novamante e coloque os tomates imersos no molho. Para o molho misture o azeite, o óleo, o alho, o orégano, as ervas, a salsinha e a cebolinha. Conserve na geladeira e aguarde no mínimo ma semana para consumí-lo.
Os tomates demoram no meu forno cerca de 4 horas a ficarem prontos, eu ligo o forno a 200ºC e depois baixo para 100ºC até ficarem prontos.

Ovos no forno


Para 5 pessoas
5 Fatias de pão de forma (de padaria)
1 Cebola pequena
Azeite
3 dentes de alho
4 fatias de fiambre
4 fatias de Bacon (ou presunto)
3 colheres de sopa de polpa de tomate
5 ovos
Tomilho fresco
Queijo da Ilha ralado
Margarina para barrar
Picar o fiambre, o bacon, a cebola e o alho. Refogar tudo com um fio de azeite e juntar 3 colheres de sopa de tomate. Rectificar os temperos e juntar sal e pimenta (se necessário). Entranto, com o rolo da massa espalmar o pão de forma até ficar fininho e retirar a côdea. Barrar com margarina um dos lados da fatia de pão. Colocar o pão em forminhas (com o lado barrado com manteiga virado para fora, para depois ajudar a desenformar). Acrescentar o preparado em cada forma e no final abrir um ovo em cada forma, adicionar o tomilho e o queijo ralado. Levar ao forno 200º, cerca de 20 a 30 min. (até os ovos estarem cozinhados). Desenformar e servir um ovo a cada pessoa.
Fonte: Fórum Bimby (Koradinha)

Creme de Milho

Aproveitando a semana do Desaleitamento, fiz no almoço um Creme de Milho completamente isento de lactose. E ficou bem gostoso!

Usei:
- 1 lata de milho verde
- 1 tablete de caldo de legumes
- 1/2 cebola bem picadinha
- leite de soja
- manteiga (ou margarina culinária)
- 1 colh. (sopa) farinha de arroz
- 1 colh. (chá) amido de milho
- sal e pimenta a gosto

Numa panela refoguei a cebola na manteiga. Não precisa dourar. Em seguida acrescentei a farinha de arroz e fui mexendo, qdo cozinhou comecei a colocar o leite. Se não estiver gelado é melhor para não empelotar. Continuei mexendo e acrescentei 1/3 da lata de milho que bati no processador. E logo depois o restante do milho sem triturar e o caldo de legumes. Se ficar ralo, coloque o amido de milho para engrossar. Acerte o sal e a pimenta e está pronto!

*Servi com arroz branco e peito de frango grelhadinho em pedaços. Ficou bãaaooo!

Ananás com Hortelã do Jamie Oliver

Como já aqui tinha dito num post anterior, adquiri recentemente mais um livro do Jamie Oliver, "Happy Days with de Naked Chef".Uma das receitas que quase de imediato me chamou a atenção pela sua simplicidade, e por conter uma combinação de ingredientes que eu adoro, foi exactamente este ananás com hortelã. Aqui fica.

Ingredientes para 4 a 6 pessoas:

1 ananás ou abacaxi maduro
2 pernadas de hortelã fresca
2 colheres de sopa de acúcar ou açúcar baunilhado

Preparação:

Comece por arranjar o ananás tirando-lhe toda a casca. Corte-o depois em 4 quartos, longitudinalmente, removendo depois o centro.
Corte cada um dos quartos em fatias o mais finas que conseguir, e disponha numa travessa ou prato de servir.
Num almofariz coloque as folhinhas de hortelã previamente lavadas e o açúcar e esmague tudo muito bem até obter um açúcar de cor verde.
Salpique o ananás com o açúcar de hortelã e está pronto a servir.

Bom Apetite!

terça-feira, 26 de maio de 2009

Ropa Vieja

Esta é uma receita cubana. A cozinha deles é muito parecido com a nossa. Os ingredientes e seu preparo são familiares, mas com personalidade. A mistura dos ingredientes todos, resulta em um sabor rico. Rico para nós é abundante, denso para eles, em espanhol, rico é simplesmente gostoso. Valem as duas definições. É picante, é cubano, é gostoso!

INGREDIENTES:
1,5 kg de fraldinha sem gordura
4 dentes de alho
1 pimenta dedo de moça sem as sementinhas picado (para quem gosta do picante)
2 colheres de chá de orégano desidratado
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 colher de sopa de manteiga
2 cebolas cortadas em fatias finas
2 pimentões verdes sem pele e sementes cortado em rodelas finas
½ xícara de “jerez”
8 tomates Débora maduros sem pele e sementes cortadas em quatro
2 folhas de louro
pimenta do reino moído na hora
sal grosso (aproximadamente 1 colher de chá cheia)

MODO DE PREPARO:
Na véspera do preparo deste prato, junte o alho, as pimentas, o orégano e o sal em um recipiente de vidro ou inox. Junte a carne e esfregue tudo muito na carne.
No dia do preparo aqueça o forno a 120 graus.
Junte uma colher do azeite mais a manteiga em uma travessa de ferro fundido ou de aço inox, com tampa. Coloque a assadeira sobre o fogão. Frite bem a carne e reserve. Junte os pimentões e frite por mais 5 minutos. Acrescente o jerez e raspe bem o fundo. Agora é a vez dos tomates, 1 xícara de água e o tempero em que a carne ficou durante a noite.
Volte a fraldinha para a assadeira, sobre os vegetais e junte as folhas de louro. Acerte o sal e a pimenta do reino.
Cubra a travessa e leve ao forno e deixe “brasear” (esse é o nome desta forma de preparar alimentos) até que a carne fique bem macia (umas 3 horas). Vire a carne a cada hora. Fatie e sirva.

Serve 6 pessoas

O pão... baixou?

Vou contar o que me aconteceu neste fim de semana.
Lá meti eu os ingredientes na máquina, ia fazer um pão com 350ml de água, 1 pitada de sal, 250g de farinha normal e 250g de farinha de pão rústico do LIDL, cujo fermento já não actuava, logo adicionei 1 saqueta de fermento seco em pó Ramazzoti. Até aqui é uma receita de pão normalíssima, sem grandes truques nem grandes ingredientes.
Meti os ingredientes na máquina e programei para usar o ciclo normal, para um pão de 750g e com cor escura (não gosto de ver o pão com cor pálida).
Fui espreitar pelo vidro enquanto fermentava e o pão estava enorme e eu toda contente a pensar que ia ter um pão gigante para comer.
Depois de o pão cozer, abri a máquina e... o pão tinha baixado! Já não estava do tamanho que tinha visto anteriormente :(
Pois... mais tarde descobri que isto acontece quando se usa fermento a mais.
Por isso, já sabem, se isto vos acontecer, para a próxima deve-se usar menos fermento, ok?

Pão de farelo de trigo e iogurte

Não tem sido fácil tentar manter o Receitas da Filipa activo pois por mais que eu tente, existem sempre outras coisas que se sobrepõem a ele. A diferença entre as postagens é enorme e a disponibilidade para comentar nos vossos blogs é nula, mas por enquanto o Receitas da Filipa vai continuar porque eu sei que um dia vou poder dedicar-me a ele.
Desta vez a receita escolhida para publicar (das muitas que tenho pendentes), é a de um pão. O pão foi feito na MFP, electrodoméstico que mais tem trabalhado na minha cozinha nos últimos tempos. A máquina de fazer pão é sem dúvida um electrodoméstico fabuloso e que me tem dado uma ajuda preciosa. De todos os pães que já fiz, este é um dos que mais gostei.

Ingredientes:
185ml de água
200ml de iogurte natural (1 copo)
1 c. e 1/2 de sopa de óleo
2 c. de sopa de mel
250g de farinha de trigo
200g de farinha integral
50g de farelo de trigo
1 c. de chá de sal
1 c. de chá de fermento em pó
1 c. de sobremesa de sementes de girassol
1 c. de sobremesa de sementes de sésamo

Preparação:
Coloque os ingredientes na cuba da máquina de fazer pão pela ordem indicada e programe a máquina para o ciclo normal.
No fim de pronto, desenforme e deixe arrefecer. Corte às fatias apenas depois de frio.

Nota: O farelo de trigo e as sementes, encontram-se à venda nas grandes superfícies ou ervanárias.

Assado de Espinafre com recheio e a Maratona logo cedo...

Primeiro vou contar a história de um tal espinafre, que "si ou si", tinha de sair pro almoço. Todo mundo aí está careca de saber o quanto gosto de carne... :)  Mas pensando em muitos que
sempre passam por aqui e não são tão apreciosadores dos prazeres da carne... Resolvi fazer esta receita... 

O fato é que estava sem espinafre em casa, para o feito do dia seguinte, mas eu com uma baita preguiça, não fui ao mercado, deixei para o dia seguinte.

No dia seguinte, fui comprar o "dito". Primeiro supermercado... Não tinha. Tá tudo bem. Pode acontecer. Mas, como tem vários aqui e estava disposta a caminhar, fui ao segundo...

Já de inicio não o vi nas gondolas. Então perguntei a um repositor:

-Tem Espinafres? (em português)
- Não, não tem. (em espanhol)

Tá... como o objetivo era forte...Fui ao terceiro, eu já um pouco discrente do espinafre.

No terceiro, a mesma situação, Não Tinha! affff

Gente só pra vocês terem uma idéia, a coisa assim foi,  a hora passando, eu caminhando e chingando me estressando.

- Mas que..."õacp*@dh#5%&ft! "

E olha que nunca me estresso com estas coisas... Sou um mimo de people! :DD hehehehe 

E assim a coisa foi, todo o lugar onde eu via verduras na porta, entrava, e nada. Até que numa
 quitanda pequeniiiiina, lá estavam meus Espinafres sorrindo e me esperando... Era o último maço! :)

Bom, eu no início disse que seria Vegetariana, mas depois desta??? 

cênumtápensandoqueeuiafazeristo100%vegetarianoné?!? :D

Coloquei uns presuntinhos, mas caso tu não goste, DELETA da receita, substitui ou cria a seu gosto.
INGREDIENTES
01 Massa pronta de Forno (pode ser folhada ou não)
01 Maço de espinafre escaldado em água quente e bem escorrido (tomara que não ande tanto
 para encontrar quanto eu!)
01 copo de requeijão cremoso (250g)
100g de queijo parmesão ralado
Temperos a gosto (sal, pimenta, orégano)
03 ovos inteiros

RECHEIO
06 tomates inteiros sem pele e sem sementes
Presunto em cubos
Mussarela
Unte uma assadeira retangular, tipo estas de fazer pão caseiro, estenda a massa, deixando sobras nas beiradas, para fazer tipo este babado depois que estiver terminado e an
tes de levar ao forno. Reserve.

Comece pelos tomates. Passe-os pela água fervente por um minuto, retire coloque em água fria, para retirar a pele (está na dica da semana aí do lado). Pele-os retire as sementes, e deixe-os de
 boca pra baixo para escorrer bem os líquidos. Recheie com um pedaço generoso de presunto e mussarela. Coloque-os na forma já com a massa, um ao lado do outro com o recheio virado para cima.

Num recipiente a parte, junte os outros ingredientes, misture bem. Coloque na fôrma reservada com os tomates, nos intervalos onde tem espaços livres. Aperte bem este recheio para que os tomates, fiquem bem firmes.

Com a massa que sobrou nas beiradas, faça uma espécie de babado (bem rústico), leve para assar, em forno pré-aquecido, por uns 40 minutos, ou até que esteja bem dourado.
Dica: Pode pincelar a massa caso queira, eu não pincelei!

Escondidinho de Carne Seca

Sempre que vou a um restaurante e vejo Escondidinho no cardápio, sou acometido de súbita miopia e não vejo mais nada. Peço na hora. Se tiver (e sempre tem nos restaurantes que servem esse prato) uma boa pimenta, daí então é uma festa. Para poder abusar da pimenta (eu sei que abusei quando começo a transpirar na careca) nada como uma boa cerveja, gelada mas não estupidamente, pois como dizia um tio alemão: “cerveja estupidamente gelada, é para estúpido!”

INGREDIENTES:
1 kg mandioca
600 g de carne seca (ou carne de sol)
2 cebolas cortadas em gomos
200 g de manteiga
300 g de queijo coalho picado
6 colheres de sopa de leite em pó
4 colheres de sopa de leite
Sal a gosto

MODO DE PREPARO:
Lave a carne seca, corte em pedaços de tamanho médio e coloque numa panela de pressão com água. Quando ferver, escorra e coloque novamente água na panela até cobrir a carne e deixe ferver novamente.
Escorra mais uma vez; volte a cobrir a carne com água, tampe a panela de pressão e deixe cozinhar até a carne ficar bem macia.
Escorra a água, deixe esfriar a carne e desfie. Reserve.
Descasque as mandiocas, lave bem, corte em pedaços de tamanho médio e cozinhe até ficar bem macia. Não coloque sal para cozinhar as mandiocas.
Bata a mandioca no liquidificador com 50 ml do caldo de cozimento da carne seca, o leite em pó e mais leite o suficiente par fazer um purê bem encorpado.
Coloque a manteiga na panela, frite a cebola e depois de 5 minutos junte a carne desfiada.
Em uma travessa de porcelana untada, coloque uma camada de purê de mandioca, uma de carne seca desfiada, outra de purê e assim sucessivamente. A última camada deverá ser de purê.
Para finalizar, polvilhe com queijo coalho picado e coloque no forno previamente aquecido para gratinar.

Serve 6 pessoas

Não beba Leite, pela sua Saúde!




Estudos comprovam que leite ajuda a provocar 
osteoporose 
e outras doenças graves
 
 
Não beba leite, pela sua saúde!
 
Tem-se verificado que existe uma relação estreita entre o consumo de produtos lácteos (leite, manteiga, queijo, etc.) e vários tipos de cancro, diabetes, osteoporose, doença coronária e outrosproblemas relacionados com intolerâncias e alergias graves. Tanto o cancro da mama como o da próstata estão relacionados com o consumo deste produto.

Esta íntima relação explica-se através de um aumento da quantidade, no organismo humano, de uma substância designada de factor de crescimento semelhante à insulina-I (IGF-I) encontrada no leite de vaca. Esta substância pode também ser encontrada, em elevadas quantidades, na corrente sanguínea de indivíduos consumidores regulares deste tipo de leite. Estudos recentes comprovam que homens com elevadas concentrações sanguíneas de IGF-I, apresentam quatro vezes mais probabilidades de virem a sofrer de cancro da próstata do que outros indivíduos com concentrações sanguíneas de IGF-I mais baixas. Também o cancro do ovário está relacionado com o consumo de produtos lácteos: o açúcar do leite, quando desdobrado no organismo humano, dá origem a outro açúcar mais simples, designado por galactose, que, por sua vez, é também desdobrado por várias enzimas. Quando o consumo destes produtos excede a capacidade destas enzimas para desdobrarem a galactose, esta pode circular na corrente sanguínea, o que poderá, a longo prazo, afetar os ovários. Mulheres consumidoras de leite de origem animal apresentam três vezes mais probabilidades de virem a sofrer de cancro nos ovários.
 
A diabetes insulino-dependente está também relacionada com o consumo de leite e produtos lácteos. Pesquisadores encontraram uma proteína característica dos produtos lácteos que provoca uma reação auto-imune, que, por sua vez, afecta as células do pâncreas, afectando, por isso, também, a capacidade do organismo de produzir insulina.
 
O leite e seus equivalentes e derivados são frequentemente recomendados para prevenir a osteoporose. Contudo, pesquisas e estudos demonstram que o risco de fratura óssea é igual em consumidores de leite de origem animal e em não consumidores deste produto. Assim, ficou provado por vários estudos que, na prevenção da osteoporose, é fundamental reduzir os factores descalcificantes, tais como o consumo de sal e de proteína animal – em vez de manter ou aumentar o consumo de cálcio através de lacticínios (que contêm proteína animal).
 
A doença cardiovascular é uma das doenças que está mais relacionada com o consumo de produtos lácteos, pois têm elevadas quantidades de gordura saturada e colesterol, aumentando imenso as probabilidades de quem consome estes produtos vir a sofrer de doença coronária.
 
Os sintomas da intolerância à lactose são diarréia, flatulência e distúrbios gastrointestinais, e surgem devido à ausência, no organismo humano, de enzimas capazes de atuar na digestão do açúcar do leite. Esta ausência é um processo natural que ocorre no organismo, pois os humanos são mamíferos e os mamíferos não necessitam de consumir leite durante a vida adulta (menos ainda de outras espécies). Humanos que insistem em consumir leite após o seu desmame forçam o organismo a continuar a produzir estas enzimas, daí ser tão comum encontrar pessoas intolerantes à lactose.
 
O consumo de lacticínios não está só relacionado com doenças e alergias – os agentes contaminantes encontrados em várias amostras de leite são um grave problema para a saúde humana. A indução artificial da produção de leite conduz a inflamações graves nas glândulas mamárias dos animais, que requerem tratamento à base de antibióticos. Vestígios destes antibióticos, bem como de pesticidas e outros medicamentos, são encontrados em leites e outros produtos derivados.
 
Uma dieta alimentar diária livre de produtos lácteos contribui para a redução da perda de cálcio, diminuindo o risco de osteoporose. A alimentação vegetariana oferece todo o cálcio necessário, a partir de alimentos ricos em antioxidantes, fibra, ácido fólico, hidratos de carbono complexos, ferro e outras vitaminas e minerais importantes, que não são encontrados em lacticínios.

Salada Ceaser´s

Todos sabem que a salada Ceaser´s é um clássico americano difícil de igualar, mas com a chegada do calor vem a vontade de comer saladinhas em vez de sopa nos jantares de domingo. Portanto, desta vez, esta foi a escolhida. Poderá não ser exactamente igual à original, mas nós por aqui gostamos e havemos de repetir!

Ingredientes para 2 pessoas:

10 folhas de alface rija
40 gramas de croutons
´
Para o Molho Ceaser´s:
1 dente de alho
azeite
sumo de limão
sal e pimenta q.b.
molho inglês
1 gema
4 colheres de sopa de parmesão ralado

Preparação:

Prepare a alface lavando-a e cortando-a com as mãos em ripas. Depois enxugue-a bem com uma daquelas enxugadores de salada. Reserve.
Prepare o molho misturando a gema com um pouco de sumo de limão, molho inglês, o dente de alho esmagado e um pouco de azeite. Vá batendo com uma vara de arames até o molho engrossar, e vá juntando azeite até uma consistência líquida, mas cremosa. Tempere de sal, pimenta e com 2 colheres de parmesão ralado.
Misture depois o molho com a alface e os croutons de modo a que tudo fique bem coberto.
Sirva de imediato como entrada.

Bom Apetite!