sábado, 31 de maio de 2008

Bolo mármore

250 gr de açúcar (tb costumo usar 125gr de açúcar light)
250gr de manteiga (não usar margarina) pode usar manteiga light
6 ovos
100gr de maisena
150gr de farinha de trigo
1 c. sobremesa de fermento em pó
Essência de baunilha (usei a tampa do próprio frasco como medida)
2 c. sopa de chocolate (pode usar cacau mas neste caso a massa fica mais escura)

Untar uma forma com manteiga e polvilhar com farinha. Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Bater bem o açúcar com a manteiga amolecida, sem parar. Adicionar as gemas, uma a uma e a essência de baunilha.
Peneirar a farinha de trigo e a maisena e juntar o fermento. Bater as claras em castelo e envolver no preparado de gemas, alternando com as farinhas. Dividir a massa em duas partes e adicionar o chocolate a uma delas.
Colocar colheradas alternadas das duas massas na forma para ficar com aspecto mármore.
Levar ao forno, já quente e deixe cozer.

Nota... este bolo fica super fofinho e com esta receita tb pode fazer o bolo xadrez que fica igualmente delicioso e de aspecto magnifico.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

O meu bolo ficou com o aspecto mais amarelo porque usei ovos caseiros ;-)

Bacalhau no forno com mostarda

Retirei esta receita daqui.

- 4 postas de bacalhau,
- 1/2 chávena de pão ralado,
- 1 colher de sopa de salsa picada,
- 2 colheres de sopa de mostarda,
- 1 chávena de leita,
- queijo ralado,
- sal a gosto.

Colocar as postas de bacalhau num tablueiro untado com um pouco de azeite.
Fazer um molho misturando o pão ralado, a salsa picada, a mostarda e o leite, batendo bem até ficar homeogéneo.
Cubrir as postas de bacalhau com este molho.
Polvilhar com queijo ralado e levar ao forno a gratinar.
Acompanhe com batata cozida ou a "murro" (que foi o nosso caso).

Iogurte caseiro de Ferrero Rocher




1 iogurte natural
1 copo (dos de iogurte) de leite em pó (este ingrediente não estava na receita original)
1 litro de leite
16 Ferrero Rochés (eu coloquei 6 e juntei mais um pouco de chocolate de culinária)
14 colheres de chá de açúcar (eu coloquei 3)
Misture o leite com o leite em pó e o iogurte. Derreta os chocolates no micro com um pouco de leite e mexa bem. Junte todos os ingredientes e bata com a varinha mágica. O procedimento para fazer iogurtes no forno é este. Quando o iogurte está pronto, forma-se uma película mais escura por cima.
Nota: Não fica muito doce e o sabor é suave. Se preferirem um sabor mais intenso podem fazer a receita original.

Prémio "Perú"


Este prémio vem de Espanha e foi enviado pela Almudena, muchas gracias Almudena :)


Las reglas del premio son elegir otros 5 blogs que considere merecedores de este premio por su creatividad,diseño,material interesante y que aporte algo positivo a la comunidad bloguera sin importar su idioma.


Encontrei na semana passada um blog francês delicioso e, como para atribuir este prémio não importa o idioma, aqui vai o prémio para este blog francês, sobre iogurtes caseiros com aromas/ingredientes muito originais: La yaourtière de Samania

Frango agridoce

Frango agridoce

Tirei esta receita do excelente blog Baunilha e Caramelo. Entrou imediatamente para a minha lista de receitas a experimentar e assim que tive oportunidade experimentei mesmo!! Teve aprovação cá em casa (que é o que interessa!!). Aqui fica a minha versão da receita com ligeiras alterações...

3 peitos de frango
1 colher de café de pimentão doce
1/2 cebola
1 tomate maduro médio (descascado e cortado aos cubinhos)
1/2 pimento vermelho
3 rodelas de ananás de lata
2 dl da calda do ananás
1 colher de sopa de maisena (amido de milho)
3 colheres de sopa de açúcar amarelo
3 colheres de sopa de vinagre de sidra
4 colheres de sopa de polpa de tomate

Cortar o peito de frango aos cubinhos, temperar com sal, pimenta e o pimentão doce. Cortar o pimento, o ananás e a cebola em cubos e reservar. Dissolver a maisena na calda do ananás. Juntar a polpa de tomate, o vinagre e o açúcar e misturar bem. Deitar um pouco de azeite no Wok (eu usei uma frigideira mais alta, uma vez que não tenho Wok) e levar ao lume com a cebola, até esta ficar loirinha. Juntar o frango e deixar cozinhar até estar dourado, mexendo sempre com uma espátula. Adicionar o tomate e cozinhar até este estar desfeito. Juntar o ananás e o pimento, deixar saltear durante +/3 minutos. Regar com o molho preparado, deixar ferver e engrossar um pouco, mexendo sempre. Servir com arroz branco. Para a próxima sou capaz de acrescentar umas amendoas... deve resultar!

Bom apetite! ... e obrigada pela receita que é excelente!!

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Prémio Perú

É com muito prazer e satisfação que recebi este prémio da amiga Almudena.
Obrigada pela lembrança ;-)

Photobucket

As regras deste prémio são:
Eleger 5 blogs que considere merecedores pela sua creatividade, desenho, material interessante e que traga algo de positivo para a comunidade blogueira sem importar o seu idioma.
A seguir vou nomear 5 blogs apesar de saber que existem muitos mais que merecem este carinho.

Baú da Conceição - Se quiserem experimentar receitas tipicas de Portugal, é só visitar este cantinho delicioso.

Pequenos Sonhos - Tem um pudim de café que é uma tentação ;-)

Mundo do Sabor - As comidinhas tipicas Brasileiras podem encontrar neste cantinho :-D

O cantinho da Sasa - A Sandra brinda-nos com deliciosas receitas ao mesmo tempo que nos maravilha com suas manualidades :-)

Pratos da Bela - Aqui encontram aquelas comidinhas caseiras que fazem lembrar a nossa infancia ;-)

Bolo de Mel e Passas


2 ovos
1 chávena de açúcar
2 colheres de (sopa) de manteiga
2 colheres de (sopa) de mel puro
2 chávenas de farinha de trigo
1 colher de (chá) de fermento em pó
1 chávena de leite gordo
1/2 chávena de passas
manteiga e farinha para untar e polvilhar a forma


Bata os ovos com o açúcar até obter uma gemada cremosa. Junte-lhe a manteiga amolecida e o mel.Bata um pouco mais e gradualmente adicione a farinha (previamente misturada e peneirada com o fermento) alternando com o leite dividido em pequenas porções.Por fim, acrescente as passas levemente envolvidas em farinha.Deite a massa numa forma untada com manteiga e polvilhada com farinha.Leve ao forno pré-aquecido.Passados 45 minutos, verifique se o bolo está cozido. Deixe arrefecer e desenforme.

Frango com Vinho do Porto


2 frangos médios
125 grs de manteiga ou margarina
1 dl de vinho do Porto
0,3 dl de aguardente velha
100 grs de cogumelos
5 dl de natas
2 chalotas
sal e pimenta


Cortam-se os frangos aos bocados e temperam-se com sal grosso.Deixam-se ficar assim durante 2 horas.Enxugam-se os bocados dos frangos e levam-se a alourar muito ligeiramente na manteiga ou na margarina.Tapa-se o tacho e deixam-se transpirar em lume muito brando durante 20 minutos.Passado este tempo adicionam-se-lhe as chalotas finamente picadas, tapa-se novamente o tacho e deixa-se cozer, sempre brandamente, durante mais 10 minutos.Retiram-se os frangos do tacho e conservam-se em sítio aquecido.Deita-se o vinho do Porto e a aguardente no tacho onde os frangos cozeram e deixa-se a mistura ferver até ter dissolvido todos os resíduos que ficaram agarrados ao fundo.Adicionam-se-lhe as natas, mexendo sem parar, de preferência com a vara de arames, até o creme engrossar um pouco.Juntam-se os cogumelos previamente salteados num pouco de manteiga e tempera-se o molho com pimenta.Introduzem-se os frangos novamente no tacho e deixam-se mais 10 a 15 minutos.Servem-se dentro dum prato coberto e acompanham-se com arroz à crioula.

Livrinhos de Camarão


3 dl de bechamel
massa folhada q.b.
30 g de manteiga
1 cebola picada
600 g de camarão cozido
1 colher de sopa de salsa fresca picada
sumo de 1/2 limão
sal q.b.
pimenta branca moída na altura q.b.
noz-moscada q.b.


Refoga-se a cebola com a manteiga, depois de refogada, junta-se-lhe o Béchamel.Descasca-se o camarão, pisam-se as cabeças num almofariz e passa-se a massa obtida por um passador fino.Mistura-se com o molho e, quando levantar fervura, passa-se pelo o chinês.Tempera-se com sal e pimenta, sumo de limão e junta-se os camarões e a salsa picada.Estende-se uma camada delgada de massa folhada e corta-se a massa em pedaços aproximadamente de 7 cm de comprido por 5 cm de largo.Quando o picado estiver bem frio, deita-se uma pequena porção sobre cada pedaço de massa.Passa-se com um pincel embebido em água morna pelas extremidades mais compridas da massa e dobra-se, unindo levemente as pontas.Pintam-se com ovo batido e levam-se ao forno a cozer, dentro de tabuleiro levemente salpicado com água fria.

Salada Grega


1 dente de alho
1 pimento verde grande
1 cebola grande
1/2 pepino
2 tomates
2 colheres de sumo de limão
1/2 colher de chá de sal
1/2 colher de chá de açúcar
4 colheres de sopa de óleo
150 gr de queijo de ovelha fresco
50 gr de azeitonas pretas
1 pitada de oregãos
Manjericão fresco


Descasque o dente de alho e esfregue com ele uma saladeira.Corte o pimento ao meio, ao comprido, e retire as sementes e as peles brancas. Lave e seque as metades e corte-as em tiras.Descasque as cebolas e corte-a em rodelas finas. Lave e seque o pepino, corte-o em 4, ao comprido, e depois, em cubos grandes.Lave e seque os tomates, corte-os em 4, retire o pedúnculo e depois, corte-os transversalmente, em pedaços mais pequenos. Na saladeira, bata o sumo de limão com o sal e o açúcar. Junte o óleo.Coloque o pimento, o pepino, os tomates e a cebola na saladeira e misture com cuidado. Corte o queijo fresco em cubos médios, polvilhe com oregãos e junte, com as azeitonas, à restante salada.Tape a saladeira e deixe em repouso uns 20 minutos, em temperatura ambiente. Lave e seque o manjericão, retire-lhe os talos e corte algumas das folhas em tiras.No momento de servir, polvilhe a salada com as tiras de manjericão e coloque as folhas inteiras a decorar.

Mousse Light de Limão

Eu sei que o calor e o bom tempo estão a tardar em chegar. Mas quem é que não tem saudades das refeições ao ar livre, das sardinhadas e dos churrascos, de tomar café nas esplanadas, dos passeios à beira mar, dos piqueniques, das sobremesas frescas e dos gelados?
Já chega de chuva!
E para chamar o verão, que tal uma sobremesa fresca, com poucas calorias, para ajudar a manter o peso e a caber no bikini?!

Ingredientes:

2 limões
6 claras em castelo
2 iogurtes naturais
adoçante ou açúcar a gosto
3 folhas de gelatina

Preparação:

Lave bem os limões. Bata os iogurtes e junte-lhes a raspa de 1 limão e o sumo dos dois. Acrescente o açúcar ou adoçante a gosto.
Bata as claras em castelo e junte-lhes 2 colheres de sopa de adoçante ou de açúcar (a quantidade de adoçante/açúcar depende do gosto de cada 1!)
Entretanto misture cuidadosamente as claras com os iogurtes e adicione também as folhas de gelatina previemente demolhadas e derretidas. Misture bem.
Leve ao frigorífico a prender e sirva enfeitado com umas folhinhas de hortelã!

Bom Apetite!

Macarons

Já há algum tempo que andava para fazer estes docinhos típicos da confeitaria francesa mas sabia que tinha que ser num dia calmo e em que tivesse tempo pois estes docinhos são muito demorados a fazer, o que eu não sabia é que eram demorados e complicados... Quando li a receita, pensei que eram bem simples e que o tempo de preparação que indicava na receita era um exagero (2h), mas não era não... Às tantas já rodeada de todos os lados por panelas e tigelas, cansei-me e estive mesmo para desistir mas acabei por não o fazer. Demorei aproximadamente 3 horas a preparar os doces e ainda por cima para infelicidade minha e nem sei bem porquê, só a primeira e a última fornada é que saíram bem... De qualquer das formas valeu bem o esforço, são uns doces super delicados e que se derretem na boca...

Ingredientes:
Massa:
3 chávenas de chá de amêndoa sem pele
3 chávenas de chá de açúcar
2 claras (para ligar)
3 claras (para bater)
1 c. de chá de cremor tártaro (compra-se nas farmácias)
corante alimentar (da cor que preferir)

Recheio:
meia chávena de chá de açúcar
20ml de água
1 clara
1 c. e meia de sopa de açúcar
100g de manteiga gelada cortada em pedaços
meia c. de chá de essência de baunilha
1 c. de chá de mel
meia c. de chá de água de flor de laranjeira

Preparação:
Massa: Ponha as amêndoas num robô de cozinha e desfaça-as até ficar em pó. Passe o pó por um passador ou peneira e deite numa tigela. Junte 1 chávena e meia de açúcar assim como as duas claras e misture bem. Reserve.
Leve ao lume num tacho o restante açúcar (1 chávena e meia) e 1/3 de chávena de água e deixe atingir o ponto-de-pérola fraco.
Coloque as 3 claras na batedeira, junte o cremor tártaro e bata em castelo. Com a batedeira ligada no mínimo, vá despejando a calda de açúcar em fio e continue a bater até obter um merengue firme e brilhante, este processo demora alguns minutos.
Junte metade do merengue à mistura de amêndoas e mexa delicadamente. Adicione a outra metade e misture apenas para incorporar. Se quiser macarons coloridos, adicione agora algumas gotas de corante alimentar de sua preferência. Eu pus só umas gotinhas de corante vermelho para dar um tom de rosa pálido.
Transfira a mistura para um saco de pasteleiro munido de um bico liso e redondo.
Forre 4 ou 5 tabuleiros, depende do tamanho dos mesmos, com papel vegetal e sobre estes molde com a ajuda do saco de pasteleiro pequenos círculos de cerca de 3 cm, deixando espaço entre eles pois irão crescer. Deixe descansar durante 30 a 40 minutos ou até que se forme uma crosta na superfície.
Leve a cozer em forno moderado cerca de 15 minutos. Deixe arrefecer antes de os começar a rechear.

Recheio: Leve ao lume num tacho a meia chávena de açúcar com a água e deixe atingir o ponto-de-pérola fraco.
Bata a clara em castelo com a colher e meia de sopa de açúcar e com a batedeira ligada no mínimo, vá juntando em fio a calda de açúcar. Bata até obter um merengue firme e brilhante. Junte a manteiga e bata mais um pouco. Adicione a essência de baunilha, o mel e a água de flor de laranjeira. Se quiser o recheio colorido, adicione um pouco de geleia de sua preferência. Eu juntei um pouquinho de geleia de morango.

Para a montagem dos macarons, espalhe um pouco de recheio com a ajuda de uma colher de chá num "suspiro" e por cima coloque outro. Faça assim até acabar o recheio.

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Coroa de couve-flor

Depois de ver esta deliciosa receita neste forum, não resisti e experimentei... a receita é da Ana Paula.

1 couve flor pequena
1 cubo de caldo de legumes
200 g de peito de peru defumado (usei fiambre de frango)
200 g de mussarela
molho branco (usei molho béchamel)
queijo ralado

Cozinhe a couve-flor inteira, sem tirar os buquezinhos, em água e 1 cubo de caldo de legumes.
Arrume rolinhos de peito de peru e mussarela entre os buquezinhos , regue com molho branco, polvilhe queijo ralado e leve ao forno para gratinar. Sirva quente.

Photobucket

Photobucket

Torradas de Chicória


Essas torradinhas ficam uma delícia e são super fáceis de fazer.
Ingredientes:
• 1 maço pequeno de chicória;
• 3 pães (tipo francês), de preferência "amanhecidos";
• 1 xícara de leite desnatado;
• 1 colher (sobremesa) de amido de milho;
• 1 envelope de tempero em pó, sabor legumes, 0% de gordura;
• 2 tomates pequenos em rodelas;
• 70 gramas de mussarela em fatias ( cortar cada fatia em 4 pedaços);
• lascas de azeitonas;
• oregano.
Modo de Fazer:
Lave bem as folhas de chicória, seque-as e corte em tiras não muito finas.
Numa panela, coloque metade da chicória cortada, metade do tempero em pó, a outra metade da chicória e a outra metade do tempero em pó. Sem mexer, tampe a panela e coloque para cozinhar. Depois de alguns mitutinhos, a chicória já cozinhou no seu próprio vapor, abra a panela e aí sim, você já pode mexer para misturar o tempero. Vai soltar um pouquinho de água.Deixe essa água secar, porêm não tudo.

Dilua o amido de milho na xícara de leite, e ainda com aquele caldinho que sobrou da chicória vá juntando esse amido e mexendo sempre.
Pronto nosso recheio de chicória está pronto. Reserve.

Agora é só cortar os pãezinhos.Eu falei pães "amanhecidos" porque dessa maneira eles ficam mais fáceis de cortar em fatias.Os fresquinhos "rasgam" o miolo.Quando não tenho amanhecido eu coloco os pães frescos no congelador, dessa maneira também ficam muito fáceis de cortar.

Feito isso é só montar:

pão, creme de chicória,

rodelas de tomates,
fatias de mussarela,
lasca de azeitona e oregano.


Agora é só levar ao forno, para que o pão fique crocante e a mussarela dê uma derretida.

A receita toda rende +ou- 20fatias.

Aproximadamente 35 calorias por fatia.

Empanada de Atum

Andava com vontade de fazer uma empanada. Depois de alguma pesquisa descobri aqui uma receita que me agradou num blogue de que gostava muito, mas que está um bocadinho parado nestes ultimos tempos: Chef Haruki.
A receita original é com sardinha, mas eu adaptei para usar atum.
Acredito que deva ficar deliciosa com restos de sardinha assada.

Ingredientes:

Massa:
500 gr de farinha de trigo
2dl de Azeite
2 dl de Vinho verde branco
1 Gema
Sal Refinado

Recheio:
2 latas de atum em azeite
1/2 lata de tomate pelado
4 colheres de sopa de polpa de tomate
1/2 pimento verde
1/2 pimento vermelho
Azeitonhas pretas
2 dentes de alho
1 Cebola
Azeite q.b.
Vinho branco q.b.
Pimenta (moída na altura de preferência)

Preparação:

Num recipiente colocar a farinha e abrir um buraco ao meio onde se verte o vinho e o azeite. Juntar um pouco de sal a gosto e trabalhar os ingredientes até conseguir uma massa homogénea.
Para o recheio coloque o azeite num tacho juntamente com as cebolas picadas e deixe refogar um pouco. De seguida adicione os tomates cortados em cubinhos e a polpa de tomate. Acrescente o alho picado, os pimentos cortados em cubinhos, as azeitonas em bocadinhos e deixe cozinhar em lume médio acrescentando um pouco de vinho branco e repita sempre que necessário para não deixar secar o preparado em demasia.
Quando achar que os pimentos estão praticamente cozidos adicione o atum escorrido, tempere com sal e pimenta e deixe cozer sem mexer muito.
Unte uma forma tipo tarteira e forre-a com metade da massa e fure o fundo da massa com o garfo. Em seguida coloque o preparado de atum por cima da massa e feche a empanada com a outra metade da massa também estendida em círculo. Com as pontas dos dedos feche bem os rebordos da empanada para que não exista o risco do recheio sair.
Pique a empanada com um garfo, bata ligeiramente a gema do ovo e pincele todo o topo. Leve ao forno a 150ºC durante cerca de 30 a 40 minutos.
Sirva fria.

Bom Apetite!

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Arroz doce com leite de coco

Já fiz várias versões de arroz doce, esta é mais uma que faz sempre sucesso em qualquer mesa, principalmente se fores adepta(o) de coco. Recomendo ;-)

600ml de leite magro
700ml de leite de coco light
300gr de arroz de grão redondo
Casca de 1 limão
200gr de açúcar light
1 pau de canela
Canela em pó para polvilhar
Água q.b.

Numa panela, deitar o arroz, a casca de limão, o pau de canela e cobrir com água. Deixar cozer até a água evaporar. Entretanto misturar o leite com o leite de coco e levar ao lume até levantar fervura. Verter os leites no arroz e deixar cozer até desaparecer quase por completo ou, até o arroz ficar cozido. Nesta fase, juntar o açúcar light e deixar ferver mais uns minutos.
Retirar do fogão e rejeitar a casca de limão e o pau de canela. Verter em tacinhas, decorando-as com canela em pó.

Photobucket

Pudim de Ovos com Praliné


250 g de açúcar
1 dl de água
7 gemas
Margarina

Para o praliné:
20 g de Vaqueiro
150 g de açúcar
água
150 g de amêndoa grosseiramente picada

Ligue o forno e regule-o para 180° C.Leve o açúcar ao lume num tacho com 1 dl de água. Deixe ferver sobre lume brando até estar em ponto de fio.Ao mesmo tempo, bata as gemas na batedeira eléctrica durante cerca de 15 minutos.Entretanto, pincele 6 formas individuais com Vaqueiro Culinesse.Coloque um pano dobrado sobre um tabuleiro onde caibam as formas. Sem parar de bater junte o açúcar em fio às gemas.Distribua o preparado pelas formas e coloque-as no tabuleiro. Encha o tabuleiro com água a ferver até cerca de 2/3 da altura das formas e leve ao forno durante 40 minutos ou até os pudins estarem cozidos. Entretanto prepare o praliné. Deite a Vaqueiro e o açúcar numa frigideira anti-aderente, borrife com um pouco de água e leve a lume brando. Quando o açúcar começar a caramelizar junte as amêndoas grosseiramente picadas e mexa. Espalhe a mistura sobre uma folha de papel vegetal e deixe a placa arrefecer completamente. Quando fria, parta-a em bocados e triture na picadora.Depois de cozidos, desenforme os pudins e deixe arrefecer. Sirva frescos, polvilhados com o praliné.

Mousse de Camarão e Tamboril











220 g de tamboril limpo
12 camarões grandes
2 ovos + 1 clara
sal
pimenta
1 ramo de cebolinho
5 dl de natas
Margarina

1 pitada de açafrão
sumo de meio limão


Corte o tamboril em cubos pequenos e descasque o camarão. Coloque os ingredientes no copo misturador e reduza a puré. Junte os ovos e a clara e misture de forma a obter um creme homogéneo.Coloque este preparado dentro de uma tigela e tempere com sal e pimenta. Pique metade dos ramos de cebolinho e de cerefólio e adicione na mistura do tamboril. Reserve as restantes ervas e envolva bem. Bata metade das natas de forma a ficarem espessas, junte-as ao preparado e rectifique os temperos. Unte 4 forminhas com a Vaqueiro, encha-as com o creme de camarão e tamboril e cubra cada uma com papel alumínio. Forre o fundo de um tabuleiro com um pano, coloque em cima as formas e encha o tabuleiro com água a ferver até a água chegar a meio das formas. Introduza o tabuleiro no forno a 210º C e deixe cozer durante cerca de 30 minutos. Bata as restantes natas e junte o açafrão diluído num pouco de água. Incorpore o sumo de limão e o restante cebolinho picado. Misture com cuidado, rectifique os temperos e reserve no frigorífico. Quando as mousses estiverem cozidas, retire-as do forno e desenforme-as. Sirva individualmente, acompanhe com o creme de limão e ervas e decore com o restante cerefólio.

Arroz de Peru no Forno


1 perna de peru
1 alho francês
2 cebolas
2 cenouras
água
2 cubos de caldo de galinha
50 g de bacon
1 chouriço de carne
50 g de margarina
300 g de arroz vaporizado
50 g de corintos


Tire a pele ao peru e coloque-o numa panela juntamente com o alho francês cortado em rodelas, 1 das cebolas descascada e cortada em pedaços e as cenouras, peladas e cortadas em cubos pequenos. Junte cerca de 2 litros de água, os cubos de caldo de galinha, o bacon e o chouriço, sem a pele. Leve ao lume e coza durante cerca de 45 minutos. Se usar a panela de pressão, 25 minutos serão suficientes. Entretanto ligue o forno e regule-o para os 200 °C. Leve ao lume a outra cebola, descascada e picada, com a Vaqueiro Gourmet. Quando começar a alourar junte o arroz e os corintos e deixe fritar um pouco, mexendo. Com uma concha tire cerca de 7 dl do caldo da cozedura do peru e deite sobre o arroz. Assim que levantar fervura mude o arroz para um recipiente que possa ir ao forno e à mesa. Leve ao forno entre 15 a 20 minutos. Entretanto escorra o peru, o bacon e o chouriço do caldo onde cozeram. Deite fora os ossos do peru e desfie a carne. Corte o bacon e o chouriço em fatias. Junte as carnes ao arroz quando este estiver quase pronto, por cima enfeite com rodelas de chouriço e fatias de bacon e deite tostar levemente no forno.

Pãezinhos de cerveja com chouriço


Como já sabem, ocasionalmente tenho que preparar algumas receitas com cerveja para poder dar a minha contribuição para o site Cervejas do Mundo . Tenho tentado inovar para que as receitas não sejam sempre parecidas nem com os mesmo ingredientes e também que não sejam maioritariamente pratos à base de carne, o mais comum com cerveja, por isso tenho pesquisado muito e inventado bastante. Pude também contar com a ajuda da simpática Anita que muito atenciosamente me enviou algumas receitas com a dita cerveja e também a indicação de um site onde eu poderia encontrar mais receitas.
Estes pães nasceram de uma inspiração de uma das receitas desse site mas , claro, dei-lhes o meu toque pessoal, senão eu não seria eu...


Ingredientes:
2 ovos
1 chávena de chá de óleo
1 chávena de chá de cerveja branca
1 c. de sopa de açúcar
1 de chá de sal
1 c. de sopa de fermento em pó
700g de farinha
chouriço em pedaços q.b.

Preparação:
Coloque numa tigela os 5 primeiros ingredientes e bata um pouco. Junte o fermento em pó e vá acrescentando a farinha aos poucos, amassando bem até obter uma massa homogénea. Se for necessário adicione mais um pouco de farinha. Tape e deixe descansar durante 30 minutos. Passado o tempo, vá retirando pequenos pedaços de massa, recheie com o chouriço e molde pãezinhos. Coloque-os num tabuleiro polvilhado de farinha e deixe descansar 10 a 15 minutos. Leve a forno moderado a cozer durante aproximadamente 25 a 30 minutos. Sirva mornos ou frios, conforme preferir.

Bifinhos de Frango com Molho de Mostarda e Vinho do Porto

Em relação a comida, a minha cabeça anda sempre a mil. Não é que eu faça por isso, mas não me consigo controlar. Cada vez que alguém me fala numa receita, num prato, num restaurante, num ingrediente. De cada vez que vou às compras e vejo os ingredientes nas prateleiras.... A minha cabeça imagina sabores, texturas, misturas e ingredientes. Dou comigo no supermercado, à medida que vou enchendo o carrinho, a imaginar as variadas refeições que vou fazer com os ingredientes que estou a comprar.
Foi mais ou menos o que aconteceu com estes bifinhos, que foram uma agardável surpresa!
Entre outras coisas, tinha comprado mostarda e natas, que é coisa que gosto de ter sempre por casa, e ao colocar os bifinhos de frango no carrinho esses belos ingredinentes caem para cima da carne. Automaticamente fez-se luz na minha cabeça.

Ingredientes para 2 pessoas:

3 peitinhos de frango
100ml de natas ligeiras
100ml de leite magro
2 colheres de sopa de condimento de mostarda (Savora)
2 colheres de sobremesa de sementes de mostarda
1/2 cálice de vinho do porto
Azeite
Sal e pimenta

Preparação:

Começe por cortar os peitos de frango em bifinhos. Tempere com sal e pimenta.
Numa frigideira anti aderente com um fio de azeite salteie os bifinhos de ambos os lados. Retire e reserve.
Misture as natas ligeiras com o leite e a mostarda misturando bem. Leve ao lume na mesma frigideira onde salteou os bifinhos de frango e deixe levantar fervura. Adicione depois o vinho do porto e as sementes de mostarda e coloque novamente os bifinhos de frango na frigideira.
Rectifique os temperos no molho e deixe fervilhar em lume brando durante alguns minutos.
Sirva com arroz branco e legumes ou salada.

Bom Apetite!

terça-feira, 27 de maio de 2008

Mousse de castanhas com molho de açafrão


400 g puré de castanhas (enxuto)

200 g açúcar

2 dl natas

2 clara(s) de ovo em castelo

q.b. canela em pó

1 pau de canela

2 iogurte natural

2 c. sopa rum

1 c. sopa açúcar amarelo

1 c. chá açafrão das Índias



Leve o açúcar ao lume com um pouco de água e o pau de canela. Deixe-o só ganhar cor. Acrescente, fora do lume, o puré de castanhas. Deixe esfriar.Adicione então as natas e as claras em castelo.Para o molho, misture bem todos os seus ingredientes.Polvilhe com canela.

CAÇAROLA ITALIANA - Pudim



CAÇAROLA ITALIANA

Ingredientes:

  • 6 ovos
  • 6 colheres (sopa) de coco ralado
  • 6 colheres(sopa) de queijo parmesão ralado
  • 6 colheres(sopa) de farinha de trigo
  • 1/2 litro de leite
  • 1/2 kg de açúcar

para caramelizar

  • 1 xícara(chá) de açúcar
  • 1/2 xícara(chá) de água

Modo de Fazer:

Bata todos os ingredientes no liquidificador e despeje em uma forma caramelizada. Leve parar assar em banho-maria até que, ao espetar um palito, este saia limpo. Forno 180º, mais ou menos 1 hora e dez minutos.

Para caramelizar: Ferva o açúcar com a água, até obter o ponto de caramelo.

Photobucketbeijos

Crepes Mistos no Forno


150 g farinha

200 g fiambre

2 ovos

2 dl leite

2 dl água q

ueijo-flamengo

250 ml natas


Mistura-se os vários ingredientes e leva-se ao lume a engrossar um pouco. Depois fazem-se os crepes na frigideira ou com a máquina de crepes. Coloca-se meia meia fatia de fiambre sobre cada crepe com uma tira grossa de queijo flamengo.Enrola-se o crepe e coloca-se numa travessa (pirex) untada com margarina.Por fim, deitam-se as natas por cima e coloca-se no forno para gratinar.

Fusilli tricolore com Ananás e Presunto


400 g massa fusilli tricolore

225 g ananás em conserva

115 g vagens

175 g queijo cremeso com baixo teor de gordura

150 ml iogurte magro

350 g presunto magro picado

2 c. sopa salsa picada

q.b. sal

q.b. pimenta preta moída


Escorra o ananás e guarde 3 colheres de sopa de sumo. Pique muito bem metade do ananás e corte os restantes ao meio.Entretanto, escalde as vagens em água a ferver durante 30 segundos. Escorra, passe por água fria e escorra novamente.Misture o sumo de ananás, o queijo, o iogurte, o sal e a pimenta até ficar em creme.Deite numa tigela e junte o presunto, o ananás, as vagens e a salsa e misture bem. Sirva com FUSILLI TRICOLORE cozido na hora, envolvendo-o no molho.

Peixe com Caril


4 posta(s) de pescada ultracongelada

q.b. sal e pimenta

1 kg berbigão

2 dl vinho branco

50 g toucinho entremeado

2 c. sopa azeite

1 c. sopa farinha

2 cebola(s)

3 tomate(s)

3 dente(s) de alho

1 c. chá açafrão das Índias

q.b. salsa

1 folha(s) de louro

1 c. sopa caril em pó

Tempere o peixe com sal e pimenta.Abra os berbigões com o vinho branco e coe o líquido.. Pique o toucinho e leve-os a derreter com o azeite.Passe as postas de peixe por farinha e aloure-as na gordura de toucinho e de azeite bem quente.Retire o peixe e introduza nesta gordura as cebolas cortadas em rodelas.Tape o recipiente e, quando as cebolas estiverem macias, junte o tomate sem pele e sem sementes e cortado em bocados, os dentes de alho em falhinhas, açafrão, salsa, louro e o caril desfeito num pouco do líquido dos berbigões.Deixe ferver durante cerca de 20 minutos ou até o tomate estar cozido.Introduza as postas de peixe novamente no tacho e deixe cozer mais 10 minutos.Rectifique os temperos e, na altura de servir, junte os berbigões, previamente retirados das conchas.

Noodles com Porco Oriental

Depois das comemorações, resta-me agradecer uma vez mais a todos, e retomar a rotina.
Desta vez, uma receita que surgiu num daqueles dias que não sabia o que fazer para o jantar. É que pode parecer que não, mas há alturas em que me custa decidir o que cozinhar!
Tinha em mente fazer qualquer coisa com noodles, e tinha descongelado umas febras de porco. Mas não sabia ao certo o que fazer. Não tinha assim muitos legumes para fazer uma massa chinesa, e também não era exactamente isso que me apetecia!
Depois de olhar uma e outra vez para o conteúdo dos armários, arca e frigorífico lá me decidi.

Ingredientes para 2 pessoas:

3 febras de porco
1 colher de chá de Garam Masala
1 colher de chá de Açafrão das Indias (Curcuma)
1 colher de sopa de sementes de sésamo
Sal e pimenta q.b.
óleo de sésamo
1/2 embalagem de legumes chineses congelados
2 placas de noodles com ovo
Molho de soja

Preparação:

Começe por cortar em tirinhas as febras de porco. Tempere-as com um pouco de sal e com o Garam Masala, açafrão e metade das sementes de sésamo.
Aqueça o wok e coloque um fio de óleo de sésamo. Junte a carne de porco e deixe cozinhar adicionando as retantes sementes. Retire a carne e reserve.
No mesmo wok, e sem limpar, junte um pouco mais de óleo, deixe aquecer bem e acrescente os legumes congelados. Deixe saltear, mexendo de vez em quando. Tempere com um pouco de sal.
Entretanto leve a massa chinesa a cozer em água com sal. Assim que estiver cozida escorra bem e adicione aos legumes . Tempere tudo com molho de soja a gosto e mexa.
Faça montinhos de massa com os legumes no centro do prato e por cima coloque a carne de porco. Polvilhe com sementes de sésamo.

Bom Apetite!

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Molho Oriental (para saladas)


Depois de um feriadão, nada melhor para começar a semana que uma salada bem fresca e com um molho diferente.
Você poderá usar verduras que gosta mais, como também poderá colocar Moyashi( broto de feijão), que também ficará gostoso.
Para a minha usei alface roxa (que é uma delícia!), rúcula e folhas de manjeiricão, que estava imenso e usei como folhas de salada, fica muito bom.

Ingredientes para o Molho:
2 colheres (sopa) de molho SHOYU;
2 colheres (sopa) de VINAGRE DE ARROZ;
2 colheres (sopa) de água;
1 colher de (café) de azeite de oliva extra-virgem.
Basta você ir colocando todos os ingredientes,
mexer bem e regar sobre sua salada.

Pode parecer muito simples, mas esses molhinhos diferentes variam bastante o gosto da nossa salada de todos os dias. Experimente!

Essa receita todinha rende 2 porções que terá aproximadamente

61 calorias cada porção.

2 anos de Receitas

Ontem foi dia de aniversário!
Fez dois anos que postei a primeira de muitas receitas.
Resta-me apenas agradecer aos que vêm aqui diariamente, aos que comentam e aos silenciosos, e a todos os que enviam mails simpáticos e atenciosos.
Sem as vossas visitas e sem os vossos comentários, não valia a pena manter este blogue.
Muito obrigado a todos!

Bolo de limão com sementes de papoila


Assim que vi esta receita no blog da querida Márcia, fiquei logo tentada a fazê-la porque adoro bolos com sabores cítricos e tinha e tenho aqui na despensa sementes de papoila às quais preciso de dar um rumo e como tal receitas que levem as mesmas são sempre bem-vindas. Tomei logo nota da receita deste bolo e assim que tive oportunidade, fi-lo. Fica muito fofinho.

Ingredientes:
4 ovos
2 chávenas de chá de açúcar
200g de manteiga à temperatura ambiente
3 chávenas de chá de farinha
4 c. de sopa de sementes de papoila
meia c. de chá de sal
raspa de meio limão
meia chávena de chá de leite integral (usei normal)
2 c. de sopa de sumo de limão
1 c. de sobremesa de fermento em pó

Xarope:
3 c. de sopa de açúcar
sumo de 1 limão

Preparação:
Bolo: Misture o sumo de limão com o leite e reserve. Peneire a farinha, o sal e o fermento em pó para uma tigela. Numa outra tigela bata a manteiga cortada em pedaços com o açúcar até obter um creme. Junte os ovos, um a um, e bata bem após cada adição. Junte as sementes de papoila e a raspa de limão. Acrescente metade da mistura do leite com o limão e bata mais um pouco. Adicione metade da mistura dos ingredientes secos e continue a bater. Repita este processo mais uma vez, batendo sempre em velocidade mínima.
Deite a massa numa forma de bolo inglês previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha e leve a cozer em forno moderado durante mais ou menos 30 a 40 minutos. Estando cozido, retire do forno, desenforme, ponha sobre o prato de servir e regue com o xarope (com o bolo ainda quente).

Xarope: Junte num tacho a açúcar com o sumo de limão e leve a lume brando até ferver e obter uma consistência de xarope.

Nota: Eu fiz só metade da receita indicada e o bolo ficou bem grande e preferi fazer um xarope para pôr por cima do bolo em vez da cobertura que a Márcia indicou na receita dela, porque aqui em casa a glace não é muito bem recebida... rsrs

domingo, 25 de maio de 2008

Tarte de requeijão 2

1 Base de massa quebrada
5 ovos
2 Requeijões (ou ricota)
120gr de açúcar light
40gr de manteiga light derretida
1 c. chá de fermento em pó
100gr de farinha

Forrar uma tarteira com a base de massa quebrada.
Esmagar os requeijões e misturar o açúcar, mexendo muito bem. Juntar os ovos, 1 a 1, batendo entre cada adição. Adicionar a manteiga derretida, bater mais um pouco e em seguida envolver a farinha.
Verter a mistura na tarteira e levar ao forno a 180ºC cerca de 25 minutos. A tarte tem de ficar humida mas não crua.
Photobucket

Costela na Pressão

Inicialmente devo pedir desculpas pela minha demora em postar novas receitas no blog, mas andaram acontecendo tantas coisas nessas duas semanas que acabou ficando meio difícil parar para escrever. Entre outras coisas, passei por uma cirurgia bucal, bati meu carro, estou correndo atrás do cara para pagar o conserto do meu carro, estou fazendo muitos cursos, enfim, as coisas vão demorar um pouco para entrar nos eixos.
Resolvi então fotografar uma carne que eu gosto e que fiz no almoço hoje. É muito simples, nenhuma viagem gastronômica, pelo contrário, muito trivial. Mas fica uma delícia e eu aconselho a todos que quiserem. Já conhecia a receita, mas a Fabíola da Universidade comentou sobre ela na semana passada e eu resolvi fazê-la novamente. Também devo corrigir um erro, a Fabíola me falou da receita, mas quem passou pra ela foi a Mara (tá consertado meu erro). Espero que, mesmo sendo bem simples, que vocês a apreciem. Beijos a todos meus visitantes.


DIFICULDADE: Fácil
TEMPO DE PREPARO: 1 h 20 min
CUSTO: R$ 14,00
RENDIMENTO: 6 porções


Ingredientes:
• 1 quilo e 300 g de costela de vaca (cortados em cubos grandes)
• 3 tabletes de caldo de carne ou de caldo de costela
• 2 cebolas grandes, mal cortadas e despetaladas.

Modo de Preparo:

Passo 1: Coloque as cebolas no fundo de uma panela de pressão.


Passo 2: Por cima das cebolas, coloque a costela.

Passo 3: Adicione os tabletes de caldo de carne ou costela. Na foto só aparecem dois tabletes, mas coloquei 3, fica mais gostoso.

Passo 4: Leve a panela de pressão ao fogo médio e conte exatamente 1 hora. Não adicione água, a carne cozinha em seu próprio caldo. De vez em quando mexa a panela, dê uma boa chacoalhada, para misturar os ingredientes. Caso a panela de pressão parar de fazer barulho, é sinal que os sucos da carne secaram e que ela vai começar a queimar. interrompa então o cozimento e está pronto.